sábado, 1 de maio de 2010

Resenha #56 - Eoin Colfer - Artemis Fowl: o Menino Prodígio do Crime

Receita para a diversão perfeita:
Junte Fadas, Elfos, Centauros, um Guarda-Costas Super Eficiente e um Gênio do Crime Tamanho Miniatura.
Misture a tudo isso uma dose cavalar de humor, as paisagens fantásticas da Irlanda, personagens mal-humorados, alta tecnologia, lendas celtas e um plano mirabolante para conseguir conhecimento e  ouro.
Sabe o que você tem no final?
Artemis Fowl: o Menino Prodígio do Crime.

Apesar desse livro ter classificação infanto-juvenil, eu o considero um dos melhores livros de fantasia que já li na vida.
Todas as personagens do livro são absurdamente encantadoras, mal-humoradas, turronas, espertas, sapecas e divertidas. Bem do jeitinho que eu gosto!

Vamos apresentar alguns dos personagens:

Potrus é um centauro, chefe da área de tecnologia da LEP. Ele é o gênio da tecnologia e o rei das invenções da LEP.

Butler: Segurança/Mordomo/Amigo do Artemis, vai estar junto com o patrão em todas as loucuras e planos que ele criar.

Artemis Fowl II é, em duas palavras, uma peste! Chantageou uma fada para conseguir O Livro das Fadas, criou um plano totalmente louco pra conseguir o ouro mágico das fadas, sequestrou a Capitã Holly Short e conseguiu virar o Mundo Mágico de cabeça pra baixo.
Tá, é verdade que ele é a criança de 12 anos mais séria e não-divertida que eu já vi em todos os livros de fantasia que eu já li, uma criaturinha enlouquecedora e irritante, mas é absolutamente impossível não se encantar pela estória toda e pelo desespero do menino querendo a vida de volta ao jeito que sempre foi.

A Holly é o elfo mais irritante (e irritável) que eu já vi na vida, uma capitã da LEPrecon, o equivalente a polícia no mundo humano.
Ela é a primeira policial mulher da Recon, uma unidade super especializada da LEP, e está em "período de testes", que a deixa muito, muito irritada.
É ela que será sequestrada pelo menino prodígio e trocada pelo ouro mágico.
Pelo menos é isso que Artemis pretende quando a sequestra.
Mas mal ele sabe que seus planos irão por água abaixo quando aquilo que ele mais deseja ficar ao alcance das suas mãos e, pra isso acontecer, ele se verá obrigado a pedir a ajuda do Povo das Fadas e da Capitã Holly Short.
E, acredite, ajudar e conviver com o Povo da Lama é a última coisa que qualquer um do Povo das Fadas quer!
Esses dois vão se meter nas situações mais inóspitas que você possa imaginar, farão você chorar de tanto rir e se divertir muito com as "maldades" do Artemis.

Então, se está afim de se divertir ou quer um bom livro para dar pros pequenos, vá de Artemis Fowl que você não vai errar!

Sinopse: Artemis Fowl, um menino de doze anos, é um brilhante gênio do crime. Mas nem ele tem idéia do que pode acontecer ao seqüestrar uma fada, a capitã Holly Short, na Unidade LEPrecon. Estes seres encantados não são aqueles dos contos de fadas. Estão armados e são perigosos. Artemis está confiante que pode vencê-los quando bem entender, mas eles pararam de jogar conforme as regras...

Nenhum comentário:

Postar um comentário