quarta-feira, 26 de maio de 2010

Resenha #62 - J.R. Ward - Amante Eterno

Essa resenha foi re-editada, atualizando capa, sinopse e algumas informações.
Foi originalmente publicada dia 31/05/2009.

Esse livro coisa a estória da Mary e do Rhage e apresenta vários outros personagens ótimos.
Também dá início a estória da Bela e do Zsadist, que é linda de morrer.
A estória dos tem algumas partes de deixar qualquer um com os olhos rasos d'água e outras com o coração acelerado pela tensão.
Vários novos (e importantes) personagens são apresentados e várias das tramas dos outros personagens são desenvolvidas.
As cenas com a Layla são ótimas e todas muito emocionantes, apesar do conceito do que ela é ser bastante estranho rs
Mais algumas partes da mitologia da série é explicada e muita coisa que ainda estava confuso do primeiro livro é explicado nesse.
Se você é daqueles que chora, xinga ou ri durante a leitura de um livro, escute o que eu digo: não leia Amante Eterno em público.
Todas as cenas são carregas. Seja de erotismo, de tensão, de medo ou de puro e inadulterado drama.
É sempre difícil falar sem soltar spoilers odeio spoilers, mas tenho que dizer que as cenas do Rhage com a Virgem Escriba vão fazer você ficar arrasado. De dor, de pena e de paixão. Porque é absolutamente impossível não se apaixonar por ele depois das escolhas que ele faz pela Mary.
O sofrimento da Mary é... imensurável.
Por isso, volto a dizer: não leia em público. Você vai se emocionar, chorar e indubitavelmente sofrer durante a leitura.
Oh, tenho que mencionar também as absolutamente incríveis cenas eróticas da J.R. Ward. Elas são... f-e-r-v-e-n-d-o, bady!!
Esse eu, também, recomendo!

Sinopse: Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre os vampiros e seus carrascos os redutores. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo letal para todos à sua volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário