domingo, 4 de julho de 2010

Resenha #68 - Alyson Noël - Para Sempre

"Para Sempre" é o primeiro livro da série Os Imortais, onde conhecemos Ever Bloom e o mundo dos Imortais.
Gostei bastante da estória, apesar de alguns momentos ela parecer ser um pouco lenta. Mas quando você estiver nesse momento, não desista: mais pra frente ela fica realmente empolgante.
 
É um livro mais adulto que juvenil, com cenas, dúvidas e situações bem reais.
O livro tem, basicamente, personagens e estilos clássicos. 
Temos a Ever, que ao se ver em uma situação diferente se fecha completamente e se culpa por todas as desgraças que aconteceram.
São tantas desgraças acontecendo ao redor da Ever que não tem como não ficar morrendo de pena dela.
Ao mesmo tempo, quando ela começa a aprontar e a fazer besteira depois de besteira, chega a ser desolador.
E, ao contrário das pessoas que estão ao redor dela, que ficam com pena e acham que a dor é que causou as asneiras, você sabe perfeitamente bem porque ela começa a agir como uma completa idiota.

Temos a melhor amiga dela, Haven, que é a típica adolescente confusa e carente.
Muda de look e de humor como quem muda de roupa, sendo totalmente instável e a vítima preferida da vilã. Tive desejos de dar-lhe uns cascudos pra ver se ela acordava e via o que estava bem a frente dela.
Temos o amigo gay, que completa o trio de estranhos e que causará cenas divertidíssimas com os comentários.
Temos a patricinha malvada, que nos ferve de raiva com as maldades descaradas dela e por sempre, sempre conseguir escapar impune.
Temos a vilã da estória, que age insidiosamente, causando arrepios de terror.
E temos Damen, o namorado perfeito e misterioso. Ora temos certeza que ele é do mal, ora juramos que é tão perfeito como parece.

Alguns podem dizer que todo a estória é batida, mas acho que justamente o uso de todos esses personagens clássicos junto com o enredo diferente fazem de "Para Sempre" um ótimo livro de fim de semana, daqueles que você vai se divertir muito lendo, mas não causará grandes arroubos de paixão e fúria.


Sinopse: Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor. Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário