sábado, 10 de julho de 2010

Resenha #69 - Alyson Noël - Lua Azul

Peguei "Lua Azul" pra ler assim que terminei "Para Sempre".
Estava meio apreensiva quando comecei, por porque achei "Para Sempre"muito lento em boa parte da estória.
Mas, ao contrário do que imaginei, me diverti incrivelmente com o livro!

Quem quiser ler a resenha sobre o primeiro livro, ela está aqui.

Temos alguns personagens novos em "Lua Azul", o que dá uma ótima dinâmica a estória.
Senti falta da  Riley no livro, que é o estereótipo da irmã pestinha mais divertido que já encontrei nos livros.
Achei "Lua Azul" bem mais dinâmico que "Para Sempre", o que me animou bastante a continuar lendo a série.

O vilão do livro também é bem, bem mais malvado e mirabolante  e faz coisas absurdamente terríveis e inesperáveis.
A dinâmica do livro é tão boa e cativante que, quando eu vi, já estava acabando!
A Ever sofre que só livro, atua que nem uma bocó em várias situações absurdamente infames e nos faz dar boas risadas. E todos, todos sofremos com ela nos momentos em que as maquinações do vilão-malvadão a fazem sofrer e ouvir os desaforos mais terríveis das pessoas que ela ama.
Não acho que vá ficar uma pessoa com os olhos secos nas cenas da estrada e todos os corações ficarão tão quebrados quanto o dela na cena da porta da sala de aula.
O livro é bem mais adulto que o primeiro e bem mais centrado nos relacionamentos da Ever, assim como tem bem mais magia e explicações mágicas que o primeiro, o que, pra mim, tornou tudo ainda mais encantador.

Pra quem sentiu que faltava algo no primeiro livro, Lua Azul veio arrebatar sua atenção e deixá-lo louco de curiosidade para saber como é que a Ever vai desfazer aquele final.
Esse eu recomendo!

Sinopse: Ever é agora uma imortal. Iniciada nesse mundo desconhecido e sedutor por seu eterno amado, Damen, está empenhada em conhecer e dominar suas novas habilidades, mas algo terrível começa a acontecer. Acometido por uma doença misteriosa que ameaça, inclusive, sua memória, Damen não percebe que seus poderes se estão esvaindo – enquanto Ever se sente cada vez mais forte. Desesperada para salvá-lo, ela viaja até a dimensão mística de Summerland, onde não apenas toma conhecimento da misteriosa história de Damen, brutal e torturante, mas também tem acesso aos segredos que regem o Tempo. Com a lua azul que se aproxima, anunciando uma oportunidade única de se projetar para o passado ou para o futuro, Ever é forçada a decidir entre voltar no tempo e impedir o acidente que tirou a vida de toda a sua família ou ficar no presente e salvar Damen, que parece definhar a cada dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário