quinta-feira, 29 de julho de 2010

Resenha #71 - Janethe Fontes - Vítimas do Silêncio

Quando recebi o release de "Vítimas do Silêncio" fiquei dividida se aceitaria ou não o livro pra fazer resenha. O tema do livro não é nada fácil e, por mais que se prefira ignorar, a mais pura realidade.
Mas, mesmo com um certo receio do que leria, escolhi ele para fazer a resenha.
A leitura do livro não é fácil. O tema, os dramas e as desgraças muitas e muitas desgraças vividas pela Margarida fazem você lutar para manter a leitura.
É preciso ter coragem para enfrentar uma sequência de situações desesperadoras sem desistir ou ficar completamente amargurado. E, principalmente, é preciso ter garra para aprender a ser feliz apesar delas.
E isso é um dos maiores motivos para a leitura de "Vítimas do Silêncio".
A força da personagem central ao lutar com unhas e dentes pela justiça ajuda a contrabalancear o fato dela passar o início do livro inteiro cercada de cobras.
Se você tem o coração fraco, contrate um bom cardiologista antes de ler esse livro.
Altas traições, muito drama e uma sequência de acontecimentos terríveis farão o seu coração sofrer.
Mas não só de desgraças é feito o livro.
Acompanhar o desenvolver da relação entre a Margarida e o William faz o livro ter cenas incrivelmente doces e delicadas, arrancando suspiros em vários momentos entre eles.
Pra quem gosta de uma boa polêmica e um livro que causará reações violentas, esse é uma ótima recomendação.

Sinopse: Violentada sexualmente, ela preferiu manter o silêncio. Porém, agora, terá que encontrar o criminoso para que ele não faça outras vítimas.

... Uma noite para mudar sua vida ...

... Um caso de abuso sexual ...
... Um criminoso perverso ...
... Um novo crime e ameaças ...
... Um assassinato ...
... Um encontro com o inimigo ...

Uma garota é vítima de um estupro e tenta reconstruir sua vida. Porém, o criminoso está mais perto do que poderia imaginar e continua perseguindo pessoas que ela jamais gostaria de ver envolvidas nesta história. Quando finalmente acredita ter encontrado o caminho da felicidade e esquecido aquela época tão dificíl, o passado volta para acertar as contas e ela só tem uma alternativa: encontrar o criminoso antes que ele faça outras vítimas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário