sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Resenha #72 - Bianca D'Arc - One & Only

Em comemoração ao Dia do Vampiro, hoje a resenha vai sobre sobre um livro com eles!
Ao contrário da maioria, eu prefiro livros onde os vampiros não são 100% malvados, loucos, doentes e animais.
Mas, claro, meus vampiros d-e-f-i-n-i-t-i-v-a-m-e-n-t-e não brilham no escuro!
Bianca D'Arc é uma autora de romances eróticos e sobrenaturais, o que torna tudo bem divertido pra mim.

No primeiro livro, One & Only, conhecemos os personagens não tão politicamente corretos da Irmandade de Sangue.
As cenas inicias com o Atticus pensando na morte são de arrepiar. E quando ele encontra a Lissa fica tudo muito tenso e você quase consegue sentir a preensão dela ao entrar.
A estória dos dois é doce, explosiva e tem um toque arfante de Dominação.
Algumas das fantasias da Lissa são divertidíssimas, fazendo você ir da completa falta de ar ao riso absoluto.
Outras são daquelas que você não admitiria nem pro seu travesseiro que tem, mas que causa suspiros, tremores e altas de temperatura repentinas!

Como todo livro de vampiro, tem um grupo de malucos tentando matá-los. Nesse caso, são os Venifucus.
Como esse é pequeno, são só 79 páginas, só faz atiçar a curiosidade de todo mundo! O bom disso é que dá pra ler rapidinho!
Recomendo!

Sinopse: Um acidente mortal muda o destino de um vampiro solitário.
O Vampiro executor, Atticus Maxwell está na beira do seu próprio esquecimento... até o batimento cardíaco fraco de uma mulher que desesperadamente se feriu, quase mortalmente, chamá-lo de volta. O terrível acidente que quase tirou sua vida, tanto lhe trouxe uma mulher encantadora e intrigante que só poderia dar-lhe uma razão para viver novamente.
Lissa estava dirigido para uma conferência em um resort em uma última tentativa para encontrar um emprego. Em vez disso, em uma chuva de estrada da montanha Slick, quase a matou, e ela encontra o amor de sua vida. Um amor não dos mais aceitáveis, o recluso dono da vinha em Napa Valley, mas que não é muito humano.
Nenhuma barreira, nem mesmo dar a notícia aos amigos de Lissa, parece muito para segurar seu amor e deixá-lo florescer. Até que descubram que o acidente que os uniu não foi um acidente, e sim uma tentativa de assassinato por um inimigo desconhecido.
Atticus salvou Lissa uma vez. Ele pode mantê-la dessa forma em face de uma nova ameaça?

Um comentário:

  1. [...] primeiro livo de Brotherhood of Blood é One and Only e conta do encontro do Atticus e da Lissa, assim como do casal do segundo livro, Marc e a Kelly. O [...]

    ResponderExcluir