sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Resenha #76 - Rick Riordan - O Mar de Monstros

Olá Mortais,

Na resenha de hoje temos mais uma participação de Percy Jackson e Os Olimpianos.
Dessa vez ele está tendo um ano maravilhoso, calmo e bem tranquilo.  O que, se você conhece Percy Jackson, sabe que é muito, muito estranho.
E, como todos esperamos, a paz e tranquilidade dele não dura muito. Afinal, só Percy conseguiria transformar um simples jogo de queimada em uma guerra mortal.
E aí começa mais uma super aventura de Percy, Annabeth, Groover e os filhos dos Olimpianos.

Em "O Mar de Monstros", Rick Riordan consegue nos assustar, nos angustiar e nos fazer cair na risada nos momentos mais inesperados.
Algumas das cenas escritas por ele deveriam vir com o seguinte aviso:
"O Ministério dos Micos adverte: a cena a seguir pode causar risadas incontroláveis. Lê-la em público pode provocar olhares estranhos, sussurros e suspeita nas pessoas ao seu redor."

Esse é um daqueles livros que podem ser lidos por todas as idades.
Se você é adulto com crianças que não gostam de ler, dar esse livro pra elas é uma ótima pedida. Ele é um livro leve, divertido e abarrotado de aventuras, bem diferente daquelas leituras maçantes da escola. É uma ótima indicação pra quem quer imbuir nelas o gosto da leitura.

Se você é um adulto com crianças que gostam de ler (ou uma criança que gosta de ler), pode apostar que vai garantir horas e horas de diversão, altos ofegos e crises alucinantes de gargalhadas.

Se você é um adulto estressado e está precisando de uma folga, siga a receita da Dra. Barbara:
  • Pegue uma taça de café descafeinado (afinal de contas, você está estressado), seu exemplar de "O Mar de Monstros". 
  • Vá para a área livre mais próxima, de preferência bem ventilada e distante de pessoas normais. Abra-o e comece a ler.
Já na terceira ou quarta página, depois de seu cérebro ter despejado rios de endorfina causada pelas gargalhadas incontroláveis, você começará a sentir o estresse saindo do seu corpo e todos os seus músculos tensos e travados relaxando.

Se você é um adulto não estressado (há! Isso é mito!), gosta de fantasia, aventura e uma dose cavalar de humor, o livro irá garantir horas e horas de bons momentos.

De lambuja, todo mundo tem uma aula absurdamente divertidíssima de mitologia grega.

Então, Mortais, não tem desculpa para não ler "O Mar de Monstros".
Afinal esse eu, realmente, recomendo!

Sinopse: O modo como ele disse meu nome me deu um frio na espinha. Ninguém me chamava de Perseu, a não ser aqueles que conheciam minha verdadeira identidade. Amigos... e inimigos. O ano de Percy foi surpreendentemente calmo. Nenhum monstro que colocasse os pés no campus de sua escola, nenhum acidente esquisito, nenhuma briga na sala de aula. Mas quando um inocente jogo de queimado entre ele e seus colegas torna-se uma disputa mortal contra uma tenebrosagangue de gigantes canibais, as coisas ficam, digamos, feias. E a inesperada chagada de sua amiga Annabeth traz outras más notícias: as fronteiras mágicas que protegem o Acampamento Meio-Sangue foram envenenadas por um inimigo misterioso, e, a menos que um antídoto seja encontrado, o único porto seguro dos semideuses será destruído. Nesta vibrante e divertidíssima continuação da série iniciada com O ladrão de raios, Percy e seus amigos precisam se aventurar no Mar de Monstros para salvar o acampamento dos meios-sangues. Antes, porém, nosso herói entrará em confronto com um mistério atordoante sobre sua família - algo que o fará questionar se ser filho de Poseidon é uma honra ou uma terrível maldição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário