sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Resenha #87 - Diana Palmer - Sempre Te Amei

Oie Gente,

A resenha de hoje é sobre outro clássico Diana Palmer, continuação de Coração Desafiado, Sempre te Amei.
Dessa vez o irmão biscoito que protagoniza o livro é o Simon. E, juro, se ela já criou um personagem mais tapado do que esse eu ainda não li.
A Christina passou anos apaixonada por ele, mas casou com o melhor amigo, John, que era um absoluto, completo e total duas caras E ainda por cima resolveu morrer, fazendo o pateta do Simon culpá-la por isso!
Quando você (e o pateta) descobrirem a verdade, desejarão dar com uma frigideira na cabeça dele!!

Acho que ele passa a maior parte do livro procurando maneira depois de maneira de pensar mal dela. O cérebro dele parece ser programado pra distorcer as coisas mais simples e comuns, tornando tudo sujo e malvado. Ô homem complicado!!! grrruuu!!!!

A estória tem uma cena absurdamente pastelão, com uma tentativa de "assassinato" digna dos Três Patetas!
Assim como todas as cenas da "vítima" farão você rir o bocado!!

O livro é pequeno, são menos de cem páginas, então você o lê em meia horinha.
Mas, depois de ler o livro todo, juro, se eu fosse a Christina, largaria esse Simon babaca e fugiria com o Charles!!

Diana, você me paga! Só você pra criar um mocinho tão bandido! E ainda me fazer ficar com pena dele!!!
Hunf!

Sinopse: Jamais permitirei que uma mulher more no meu coração.
Eram as palavras de Simon Hart, texano, alto, teimoso, gênio insuportável e coração de pedra. Ele juraraque se manteria para sempre afastado de relacionamentos amorosos. Mas todo homem tem uma fraqueza, e sua era a bela e sedutora Christina Beck. Simon rotulara a brilhante socialite como uma conquistadora sem escrúpulos, com uma arrogante conduta a respeito do casamento, até que descobriu que ela secretamente reservara todo o seu amor para ele. Contra a vontade, Simon tornou-se prisioneiro da gloriosa presença de Christina, e cada gesto dela o tocava como uma doce e bem-vinda carícia. Entretanto, sabia que a recatada virgem não renderia suas noites a ele... a não ser que Simon se tornasse seu amado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário