quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Resenha #103 - Elizabeth Chandler - Beijada por um Anjo

Oie Gente,

Recebi da Novo Conceito vários livros nos últimos meses. Um deles foi "Beijada por um Anjo". Como eu tinha vários livros que não eram de série e eu não gosto de sofrer esperando continuações, deixei o livro guardadinho até receber o segundo e chegar perto da data de lançamento do terceiro.
Ontem eu finalmente peguei Beijada por um Anjo para ler.
Sentei eu, meu marca páginas do Romances in Pink e uma montanha de passas. eu sei, eu sei... eu sou cheia de manias... fazer o que!
Li as 264 páginas do livro em menos de quatro horas e passei por inúmeras situações durante a leitura.

Os três primeiro capítulos me deixaram um pouco confusa, já que passado, presente e futuro estavam muito misturados.
Por conta disso, não digo que foi amor a primeira letra, mas uma conquista suave, lenta.
Fiquei imaginando se não foi proposital, já que o amor dos personagens foi crescendo de maneira tão natural e discreta quanto o meu encanto pelo livro.

Quando isso finalmente aconteceu, me vi tão ligada a estória que a leitura fluía naturalmente. As páginas passavam e eu nem sentia. A cada nova revelação você se vê envolto ainda mais, dividida entre a emoção de ver um primeiro amor florescer e a dor de ver a morte chegar.

A estória é linda, o romance entre os personagens é super fofo e a tragédia que abala todos te deixará com os olhos cheios d'água.
Uma coisa que eu percebi é que você tem que ficar atento aos detalhes. Dicas muito sutis são dadas ao longo do enredo que, se perdidas, deixarão você se perguntando o que foi mais que deixou escapar.

Logo após os acontecimentos, já estava desconfiada que alguém muito... ruim... estava por trás de tanta desgraça.
Não era possível tanta tragédia em tão pouco tempo ser somente obra do acaso.

As cenas da Ivy revoltada são... doloridas. É difícil lê-las e saber que ela esta sofrendo pelas duas coisas. Não bastasse a perda, também existe a perda da fé que tão feliz a manteve.
O Philip me surpreendeu, sabendo que o que a irmã iria fazer só a faria sofrer depois. Achei tão bonitinho o que ele fez.

O Tristan protagoniza cenas absurdamente cômicas. Os micos que ele paga para chamar a atenção da Ivy me fizeram quase morrer de rir.
A mesma coisa é ele brincando com o Philip. Não sabia qual dos dois era mais criança.

O Gregory, apesar de entender um pouco o quão difícil é a situação dele, foi um dos personagens que mais me deixou com o pé atrás.
Não sei, me parecia o tempo todo que ele fingia ser o que não é. É quase como se todos os atos dele fossem cuidadosamente ensaiados, para dar a atender que ele não era assim tão ruim. Também fiquei com a pulga atrás da orelha com os comentários do Philip no começo do livro.

Os outros personagens secundários deixam coisas no ar, fazendo você se perguntar o que ainda será revelado sobre cada um deles.
Alguns são bem irritantes Eric! Eric! e eu não gostei deles nenhum-cadinho-de-nada!

Adorei a estória toda e já estou lendo a continuação, "A Força do Amor". Vamos ver se meus palpites estão corretos!!

Até mais!

Se você gostou da resenha, participe do Sorteio Especial de Fim de Ano. Quem sabe não leva os dois kits para casa??

Sinopse: Beijada por um anjo é o primeiro volume da série, escrita por Elizabeth Chandler. Ivy sempre acreditou em anjos… Quando ela conhece Tristan, descobre que ele é o amor da sua vida. Quando ele morre, seu coração está quebrado e sua crença em anjos desaparece. E sem essa crença, ela é incapaz de sentir a presença de Tristan, quando ele retorna – como um anjo.Agora, Ivy está correndo um terrível perigo, e Tristan está lutando para salvá-la. Como ele conseguirá protegê-la se ela perdeu a fé em anjos?E se ele conseguir salvá-la, ele terá terminado sua missão aqui na terra e terá que partir para sempre deixando-a para trás. Afinal, Salvar Ivy seria o mesmo que perdê-la justamente quando consegue reencontrá-la?

Nenhum comentário:

Postar um comentário