segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Resenha #113 - Amanda Ashley - O Coração da Escuridão

Oie Gente,

Essa semana resolvi pegar um livro diferente e tirei da minha pilha de históricos e medieveias mais um romance.
"O Coração da Escuridão" é um romance sobrenatural, ambientado no século XIX, que conta a vida de um Lord vampiro.
Ele vive recluso em um castelo, escondido de todos e escravo de sua "maldição", até o dia em que compra Rhianna em um leilão feito pela pai da moça!!!!, querendo usá-la como sua fonte de alimentação. Mas o que ele não sabe é que ela trará muitas e maravilhosas mudanças para sua aborrecida vida.
Rayven é um vampiro taciturno, que evita a todo custo deixar qualquer um chegar realmente próximo dele. Quer aparentar que não liga para nada e nem para ninguém, mas a cada desejo da Rhianna que ele torna realidade vemos que, no fundo, ele é tem um bom coração.

Gostei muito do enredo desse livro e um dos principais motivos foi as características reais do personagem central. Apesar de ele tentar se manter afastado de todos, cada vez que nosso vampiro gostosão, obviamente, a Rhianna o torna mais "normal" e "humano".
É bem verdade que algumas das opções e escolhas dele são de fazer as românticas de plantão xingarem a plenos pulmões se vocês forem ler, saberão do que falo, mas isso só me fez gostar ainda mais do livro.

A Rhihanna eu posso quase dizer que é o exemplo do que se espera das mulheres daquela época. Educada para obedecer os homens, ela tenta manter sua independência nas poucas coisas que lhe são permitidas.

No começo achei ela um pouco sem graça, mas me conquistou quando resolveu bater o pé e enfrentar todos para ficar com o Rayven, mesmo com todos os comentários negativos e conselhos contrários.

Talvez ele não agrade muito quem é realmente fã de históricos, já que não tem uma viagem pelo passado daquelas cheias de detalhes e tals.
É um romance curtinho, perfeito para quem gosta de passar bons momentos na companhia de Lords Vampiros nada convencionais. hehehehe

Quem quiser ler o livro, existe uma tradução não oficial feita por um grupo de fãs.
Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário