quarta-feira, 25 de maio de 2011

Resenha #145 - Cassandra Clare - Cidade dos Ossos

Oi Gente!!!

Semana passada eu li "Cidade dos Ossos", mas só agora deu para sentar e fazer a resenha.

Confesso que antes de começar a ler estava completamente apreensiva, já que vários outros livros sobrenaturais, YA, andam me fazendo subir pelas paredes de irritação.
Tenho tido uma grande dificuldade com os livros desse estilo, já que as estórias estão todas muito parecidas, deixando a leitura meio... frustrante. Personagens parecidos, enredos parecidos, tramas parecidas... acaba tudo ficando misturado na cabeça!

Daí já viu, olhei pra "Cidade dos Ossos" meio desconfiada quando vi que alguns dos temas abordados estavam meio batidos...
Vampiros, anjos, garota-adolescente-que-não-sabe-de-nada-e-fica-dividida-entre-dois-amores...
Mas não é que, mesmo com tudo isso, o livro é surpreendente?

Sim, tem vampiros, tem lobisomens, tem anjos, tem nefilins e, principalmente, tem a tal garota adolescente que não sabe de nada. Só que, no final da leitura, Cassandra nos surpreende com uma reviravolta na trama de deixar qualquer um de cabelo em pé!

Juro que fiquei uns dez minutos olhando pra página do livro sem acreditar no que eu estava lendo!
Claro que não vou contar para vocês do que eu estou falando, né? Mas se vocês forem ler o livro vão saber *exatamente* qual é o momento de espanto total.

Massss, vamos falar um pouco sobre os personagens que me agradaram e me divertiram durante a leitura.

Jace: quando eu comecei a ler já sabia que ele fazia um estilo "menino mal", só que nunca imaginei que ele fosse tão do mal assim. rsrs

Clary: ela é a tal garota-adolescente-que-não-sabe-de-nada. Mas, ao contrário das últimas que eu li, resolve que ela vai aprender tudo da maneira mais correta possível: perguntando e ouvindo as respostas!

Alec: irmão de criação de Jace, está dividido entre os seus próprios desejos e os deveres que ser um Caçador das Cinzas traz (esse é um dos maiores dilemas que veremos durante a série). E não, eu não vou contar qual é. XD

Isabelle: eu confesso, eu me diverti muiiiiiiiito com a Isabelle! As cenas dela na cozinha foram as que me gantiram os melhores momentos cômicos do livro.

Existem vários outros personagens marcantes na série, mas se eu falar muito sobre eles acabarei entregando o mistério do livro e não é esse o objetivo da minha resenha.

Espero que os próximos livros continuem bons como foram esse e que a autora não perca a mão, como aconteceu com algumas das séries YA que eu acompanhava.
Recomendo!

Sinopse: Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário