sábado, 9 de julho de 2011

Resenha #155 - Jenna Black - Glimmerglass

Oie Gente!


Como falei no início da semana, recebi da Universo dos Livros um exemplar de Glimmerglass.

Comecei a leitura assim que Terminei O Herói Perdido, bem empolgada com a ideia de um livro sobre fadas, mas um pouco receosa por não saber se o livro era ou não YA.

Glimmerglass conta a estória de Dana Hathaway. Ela vive com a mãe, alcoólatra e é filha de um faerie. A mãe fugiu de Avalon quando soube que estava grávida, tentando proteger a filha da politicagem que existe na cidade.

A Dana não aguenta mais cuidar da mãe e resolve fugir de casa, achando que vai ter uma vida melhor em Avalon. ahã, tá bom que isso ia resolver algo.

Eu confesso que queria mais "fadinhas" no livro, mas essa foi a única coisa que faltou nele.

A personalidade e o estilo da Dana não tem nada haver com as últimas mocinhas de livros YA.

Primeiro porque de bobinha e inocente ela não tem nada, segundo porque ela não age como aquelas mocinhas tontas de filme de terror que, quando descobrem que estão em perigo, resolver fazer tudo ao contrário do que manda o bom senso.

Claro, ela dá várias mancadas, mas todas elas me deixaram divertida e empolgada com o que estava por vir, não frustrada com a falta de lógica.

A autora também nos apresenta vários outros personagens, todos tão reais quanto faeries poderem ser. Deixa eu dar uma pitadinha de cada um deles.

Ethan: é um adolescente unseelie, considerado um prodígio em magia e que resgata Dana da furada que ela entra assim que chega a Avalon. O comportamento dele deixa a desejar, o que torna ele ainda mais atraente para a Dana afinal, quem não gosta de um menino mau?

Finn: um Cavaleiro feérico, ele aparece para proteger Dana e nos deixar babando, já que segundo a descrição da própria ele é lindo de morrer e nos deixar ainda mais confusas com quem é vilão e quem é mocinho.

Grace: é quem recebe Dana em Avalon e deixa bem claro, logo nas primeiras páginas, qual será o clima da estadia dela na cidade. É quem garante as cenas mais... elétricas do livro rsrs


Kimber: irmã de Ethan, sofre por não ter domínio na magia. Tentará ajudar Dana  máximo que pode, mas também será motivo de muitas lágrimas durante as aventuras em Avalon.

Os outros vários personagens centrais tenho que manter o suspense, já que é muito difícil falar sobre eles sem soltar um spoiler ou outro, o que me deixaria muito frustrada e vocês muito irritados. rsrs

Recheado de aventuras, com um tom mais adulto e um humor mais cru do que os YA atuais, Glimmerglass garante uma pausa na monotonia que anda cercando o YA-sobrenatural.
Recomendo!

Mais detalhes sobre a série:
1- Glimmerglass (2011, Universo dos Livros, 296 páginas);
2- Shadowspell (clique aqui para ler o 1º e 2º capítulos em inglês);
3- Sirensong (lançamento em inglês Julho 2011)




Sinopse: Dana Hathaway ainda não sabe, mas vai acabar se metendo em apuros quando decide que é a hora de fugir de casa para encontrar seu misterioso pai na cidade de Avalon: o único lugar na Terra onde o mundo real e o mágico se cruzam. No entanto, assim que Dana põe os pés em Avalon, tudo começa a dar errado, pois ela não é uma adolescente comum – ela é uma faeriewalker, um indivíduo raro que pode viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia a cidade de Faerie. . Não demora muito e Dana envolve-se no jogo implacável da política do mundo da magia. Alguém está tentando matá-la, e todos parecem querer alguma coisa dela, desde seus novos amigos e da família até Ethan, o lindo garoto com poderes fantásticos com quem Dana acha que nunca terá uma chance… Até ter uma. Presa entre esses dois mundos, Dana não sabe bem onde se encaixa ou em quem pode confiar, muito menos se sua vida um dia voltará a ser normal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário