quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Resenha #190 - James Patterson - 4 de Julho

Oie Gente!



A resenha de hoje é sobre o livro "4 de Julho", lançado pela Editora Arqueiro, quarto livro da série "Women's Murder Club" e o primeiro que leio da série.


Quando ele chegou aqui em casa eu fiquei super ansiosa, já que eu adorava o seriado que foi baseado no livro.
Por conta disse, esperava que o livro fosse alucinante. Certo, fiquei um pouco nervosa por não ter lido os livros anteriores, mas como conhecia o básico da série (personagens, enredo, etc), sabia que não ficaria completamente perdida na leitura.


Bom, acontece que toda essa ansiedade não foi bem recompensada. Eu não gostei de boa parte do enredo e me pareceu que o James optou por colocar tanta coisa em um único livro que acabou ficando um pouco perdido.


Acho que o que mais me incomodou foi o excesso de situações. Em "4 de Julho" temos um caso de assassinatos em série e temos o julgamento da personagem central, a Tenente Lindsay Boxer. Ela esta sendo acusada de má conduta profissional e precisa provar que estava agindo em legítima defesa. Além disso, temos assassinatos em série, que ficam completamente "de lado" pelo foco no julgamento.
Isso simplesmente não me agradou.


Ok, você pode até dizer que isso provavelmente aconteceu porque eu fui ler o livro cheia de expectativas. Mas normalmente é isso que acontece com os fãs, não é?
Você também pode dizer que a série era um tanto quanto sem graça, mas eu me divertia muito com aquelas quatro e fiquei muito "invocada" com o final dado pela ABC. (sim, exatamente, aquele final que não teve final que você está aí pensando).
Então pode ser que minhas frustrações tenham vindo disso: esperava muito mais de um livro que do qual só tinha conhecimento da adaptação.
Mas eu tenho uma justificativa: adaptações pra TV/Cinema normalmente são aquém do original. Então, se eu gostava tanto assim da série, iria amar o bendito do livro.
Mas, infelizmente, não foi o caso.


Espero que o próximo livro dele me deixe mais feliz! o/
Até!


Atenção! A sinopse oficial contém spoilers!


Sinopse: Lindsay Boxer é uma policial exemplar. Chefe do Departamento de Homicídios da Polícia de São Francisco, a tenente recebeu várias medalhas e menções honrosas durante seus 10 anos de serviço. Ao fim de um cansativo dia de trabalho, Lindsay se encontra com Claire Washburn e Cindy Thomas num bar. As três amigas compõem o Clube das Mulheres contra o Crime, grupo que tenta solucionar os casos ocorridos na cidade. Após alguns drinques, a tenente recebe uma ligação do inspetor Warren Jacobi. Ele acaba de localizar um veículo suspeito, visto na cena de um crime. Em poucos minutos Lindsay está no carro de Jacobi, cruzando a cidade na cola de um Mercedes preto. Depois de uma longa perseguição, a abordagem policial acaba fugindo do controle. Os dois adolescentes que estavam no carro reagem, descarregando suas armas contra a dupla de policiais. A tenente atira em legítima defesa, mas o resultado é uma menina morta e um garoto tetraplégico. Lindsay é acusada, entre outras coisas, de má conduta profissional e se vê num lugar que nunca imaginaria ocupar: o banco dos réus. Será o fim do Clube das Mulheres contra o Crime? A jovem advogada Yuki Castellano conseguirá provar a inocência da tenente? 

5 comentários:

  1. poxe, tava super afim desse livro, achando que ela ia ser beeem massa, assim como suas expectativas antes de lê-lo, ba!
    será que a arqueiro lança os livros anteriores da série, hein?
    beijos,
    samuely

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Apesar de não gostar muito desse gênero de livro, sua resenha fez com que eu tivesse bastante vontade de ler.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ba.

    Há muitos anos ouço falar dos livros desse autor, mas nunca tive a oportunidade de lê-los porque, na época, eram muito caros no catálogo da extinta Círculo do Livro, do qual eu adquiri de alguns autores de capa dura, que tenho até hoje. Depois de tantos anos, nunca pensei que esses livros iam ter um preço bem acessível para que todos pudessem le-los.

    Também senti o mesmo que você, Ba.

    Apesar de não assistir à serie televisiva, gostei desse livro, mas algumas coisas me frustraram demais, exceto nas cenas de ação e no julgamento que foram as melhores.

    Não sei se é pelo fato de eu ter lido primeiramente "O Dia da Caça", um livro ótimo, que mexeu com o meu emocional, pelas torturas brutais e psicológicas sofrida pelo detetive Alex Cross. Ou se é pelo fato de não ter lido os primeiros volumes dessa nova série.

    Espero que o próximo volume supere as minhas expectativas e acho que fará, porque ao ler os primeiros trechos percebi que é bem diferente. Vamos aguardar!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Ah, eu queria ler o James Patterson. E eu estava muito mais interessada em ler esse livro do que em ler "O dia da caça". Justamente por ser um clube de mulheres... É tão ruim assim?

    O jeito é ler pra saber!

    Bjs.

    Cris.

    ResponderExcluir
  5. Li apenas o primeiro volume desta série e adorei. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir