sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

In Death Convida #04 - @Crislayne_Df resenha: Lobo Solitário


Olá pessoas!


Bem, eu sou a Cris ( essa Cris -> @crislayne_df) e estou aqui pra resenhar o livro Lobo Solitário, da Diana Palmer. Quando a Bárbara me convidou, fiquei meio insegura, mas topei! Adoro o In Death e vai ser uma honra poder participar dele! Essa vai ser a primeira vez que resenho um livro, então me digam se fui bem ou não, ok? o/


E vamos lá! Essa também é a minha primeira vez lendo algo da Diana Palmer. Essa autora é tão comentada nos blogs da vida, algo do tipo “Ame E Odeie” que fiquei muito curiosa para conhecê-la! Lobo Solitário é o primeiro livro da série Soldados da Fortuna. Imaginem um bando de mercenários encontrando o amor... Pois é!


Gabby Darwin é uma assistente jurídica. Apesar de inocente, tímida e ingênua, Gabby é forte e corajosa. Seu chefe, o advogado criminal J.D. Brettman, é um homem com um passado misterioso, solitário e absolutamente habilidoso em sua profissão.


Martina, a irmã e única família de J.D., é sequestrada por terroristas. Ele entrega tudo nas mãos da polícia, certo? Errado! J.D. vai resgatar sua irmã das mãos desses sequestradores e, para isso, leva sua secretária, a pessoa em quem ele mais confia.


E em quê uma simples assistente jurídica poderia ajudá-lo? Eles fingirão ser um casal! Já viram que aí tem coisa, né?


Gabby jamais desconfiaria que J.D já foi um mercenário. Ao se envolver em uma operação de resgate com vários soldados da fortuna, ela descobre esse passado de seu chefe, ao mesmo tempo em que eles são despertados para uma atração avassaladora.


Será que J.D. vai conseguir resgatar sua irmã? E o que ele fará com a atração que sente por Gabby?


Só posso dizer que ele é um tonto!! Além de bruto e estúpido. Uma coisa que não gosto em alguns romances é que o homem apronta, apronta e depois ele “se arrepende” e a mocinha vai lá e perdoa, numa boa. E ele não sofre nada! Que injustiça literária!


Contudo, o J.D. é um personagem que tem a minha simpatia. Másculo, forte e absurdamente sexy, ele conseguiu me conquistar e eu consegui perdoá-lo, rsrs. Embora ele seja muito teimoso, é lindo ver como o amor pode dobrar esse homenzarrão.


Um pequeno detalhe: a capa do livro é absolutamente magnífica! Linda! Porém, a Gabby passa o livro inteiro abismada com os pelinhos cacheados e macios do peito do J.D. E o que temos na capa? Um homem completamente depilado! Rsrsrs


Apesar de tudo, esta foi uma ótima iniciação no vício #DianaPalmer. Porque sim, eu quero saber o que acontece com todos os outros mercenários que aparecem na história! o/


Então é isso!
Obrigada, Barbara! Adorei a oportunidade de poder compartilhar minhas impressões com os leitores do seu blog!


Inté.




Sinopse: Para Gabby Darwin, trabalhar no escritório de J.D., um dos criminalistas mais famosos de Chicago, não era problema, ainda que ele fosse mandão e jamais se preocupasse com ela. Até que eventos inesperados os levaram a assumir uma missão secreta na América Central.


Lá, ela conheceu o lado mais perigoso de J.D., quando soube sobre seu passado como mercenário. Ao sentir o desejo cada vez mais intenso no olhar de J.D., Gabby se deu conta de que tinha uma imagem completamente errada sobre ele. Mas J.D. já havia se apossado de seu coração, deixando-a indefesa e à mercê de seus caprichos...



18 comentários:

  1. Eu li a edição da nova cultural primeiro ( parece que foi um erro grave esse) pois as meninas me falaram que a versão da harlequin está mil vezes melhor, então ainda vou ler esse tbm, pois na anterior J.D. é o retardado da série e a Gabby é a heriona do livro. kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Ai que bonitinho a chris resenhaaaando!!!! Entrou para turma do amo odiar, ou das que odeiam amar? rsrsrsrsrsrsrs Meio complicadinho, mas enfim, eu amo os livros dela e gostei muito da sua resenhaaa ^^

    ResponderExcluir
  3. Kris, sua safada ! Nem para falar para suas amigas que você escreveu uma resenha ! E que resenha, a sua cara ! XDDDD .
    Tipo, sinceramente, eu não gostei do JD... no inicio da trama, ele estava super fofo e com aquelas cenas de tensão que só a DP sabe fazer *¬*, então...  Mas, quando ele veio com aquela história de ''eu fui um porco chauvinista grosseirão com você porque eu estava protegendo meu coração de manteiga e o seu também'', bateu aquele sentimento de ''senta lá, cláudia'' ! Pô, eu não perdoaria ele como a Gabby fez, acho que porque ainda vejo as coisas muito no preto e branco, mas o JD teria que se ajoelhar muito no milho para ser perdoado.

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Os unicos livros da Diana que eu li foram justamente esses dos Soldados da Fortuna.
    Tenho vontade de ler outros e pretendo em breve ler Renegado que parece ser bom.
    Dos Soldados da Fortuna meu preferido foi o livro do Micah Steele, adorei todos mas este aiaiiiiiii é um TDB! Tenho certeza que vc também vai se deliciar com a estória do Micah!

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. @LadyOscar15:twitter Hihihihi. Eu não tive a oportunidade de avisar!
    Eu também acho que ele foi um porco chauvinista e sem noção, mas eu ficava olhando pra capa e pensando nele e não tinha como não se apaixonar! =D Entretanto, a coitada da Gabby era inocente, e o que ele fez foi trash! Mas, de certa forma, entendi o motivo: ele era muito solitário e não queria ter ninguém!Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Que bom que você gostou, Nanda! o/ Pois é, a Bárbara me convenceu e vc sabe como ela é persuasiva, né? rsrsrs Adorei participar! Não sei, pensando agora acho que sou da turma dos que odeiam amar! suahsuashauhsuahsuh

    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Oie, Faby.

    Bem, quando eu fui ler, eu realmente vi em alguns blogs essa reclamação de que a Nova Cultural estragou o livro. Mas a edição da Harlequin está ótima!

    Só não sei se ela vai fazer você mudar de opinião a respeito do JD. shaushaushah

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Adorei os bonequinhos se abraçando! o.o #Cute Foi muito teeeenso escrever essa resenha, fiquei nervosa, suei bicas, mas fiz de ♥!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. uahsuhasha tb acho..nesses romances os caras aprontam,aprontam taanto..dps quase no fim do livro se arrepende,fica com a mocinha..e cabou o livro u.u
    esse livro é um romance com um tom de suspense hein? gostei :D
    cê sabe resenhar ;D

    ResponderExcluir
  10. Obrigada, Raquel! o/

    Bem, é um romance com um pouco de aventura e suspense. Vale a pena!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Cris.

    Adorei ver a sua participação aqui no @In_Death:twitter. Acredita que nunca li nada da Diana Palmer?

    Ouço tantas opiniões divergentes que fico até com receio de lê-lo, porque sei que vou passar raiva com os personagens, já que minhas amigas vivem comentando comigo. E você foi mais uma que discordou de algumas coisas. Eu acho que eu não perdoaria. Só lendo mesmo para saber que decisão tomaria, viu? rs.

    Adoro livros que tem romance, aventura, suspense.

    Achei a capa linda, mas sempre tem algumas que decepcionam, porque não ilustram com as características físicas dos personagens. Adoro quando isso acontece.

    Com certeza, vou anotando sua dica.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. mto lgl a resenha, mas esse não eh bem meu tipo de leitura^^' mas a capa eh realmente bem lgl *-*

    --
    hangover at 16

    ResponderExcluir
  13. A capa é tudo. Fiquei alisando ela por um tempo! shaushasu #SeEsconde

    ResponderExcluir
  14. Ah, obrigada, Carla!

    Eu mesma tenho opiniões divergentes a respeito dele ainda, então... Já viu, né? rsrs
    Mas foi uma leitura divertida, e com uma pitada de tudo!

    Não vou falar da capa pq de repente fez um calor aqui...

    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Oi Cris!

    Bem vinda ao grupo! hahahaha

    Esses homens que se acham O Cara, e no final se dizem arrependidos, e depois pedem perdão...

    Não dá! Precisam sofrer um pouco! hahaha

    As mocinhas tinham que fazer um movimento: vamos fazer os homens sofrer! hahahah

    adorei sua resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Sempre tem algum livro que traz este tipo de sentimento conflitante.

    Agora quanto às capas, sem comentários.. rs..

    Cris, cuidado para não hiperventilar, viu? Ui!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. É bom estar no grupo, rs.

    Pois é, eu topo uma rebelião pra fazer os mocinhos pagarem por tudo que cometem nos livros!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  18. Tadinhaaa!!! #NOT


    Fiquei feliz por você ter aceitado!Adoro trazer novas almas para o lado negro da força! o/!

    Bjs!!!!!

    ResponderExcluir