segunda-feira, 30 de maio de 2011

Resenha #147 - Cassandra Clare - Cidade das Cinzas

Oie Genteee!!!

Semana passada eu fiz a resenha de Cidade dos Ossos e hoje venho trazer a resenha de Cidade das Cinzas para vocês.

Primeiro de tudo: finalmente uma continuação que foi tão boa quanto o livro inicial!
Achei que ficou ainda mais dinâmico que o primeiro, com lutas, personagens tenebrosos, muitos e muitos demônios e algumas mudanças quase tão chocantes quanto a do primeiro livro! 
Deu mais uma cara de série sobrenatural, com mais personagens fantásticos. Até uma Rainha das Fadas apareceu!! E, me acredite, ela vai aprontar cada uma com o Jace e a Clare...

Gostei do fato da Clare não ter virado uma completa bocó, das coisas que ela faz de errado terem *motivo* e sentido.
Dos personagens da série manterem suas personalidades (acho que todo mundo anda enjoado de personagem surtando, né?) e seu perfil.
Temos algumas insinuações sobre a grande revelação do primeiro livro. Claro, vários personagens dizem coisas confusas, mas eu acho que eu já saquei o que, de fato, é a verdade(ou estou bem perto disso).

Para quem gosta dos vilões-malvadões-de-novela-das-oito: Valentim voltou muito, muito pior do que estava no primeiro livro e ainda me aparece uma Inquisidora!
A mulher tem, logo de cara, uma completa antipatia pelo Jace. Única e exclusivamente por ele ser filho do Valentim!
Sério, gente, a mulher é enloquecedora! A lógica dela, apesar de totalmente distorcida, te causa desejos de fazer sopa que Inquisidora!
Mas, pra mim, a personagem que mais raiva causa é a Mayse.
Não, gente, sério! Que raio de mãe é aquela????? A mulher só pode ser completamente doida!
Ok, eu admito que quando ela percebeu a burrada que andava fazendo e teve aquela cena tocante com ele, mas, putz, em 99% das aparições dela no livro eu tive foi ânsias de esganá-la.

Mas deixa eu parar de falar! hauhuha
Confesso que foi uma surpresa, pra mim, gostar tanto dessa leitura.
Acho que é a ótima combinação de ação, fantasia e romance impossível que torna ela tão atraente!
E, claro, os vilões-malvadões-de-novela-das-oito que tem de montão! o/!
Recomendo!!!

*******

Agora, imitando a Martha, a resenha de hoje é "Comentário Premiado". No meu caso é mais um bônus para os frequentadores que fazem coleção de marcadores e coisinhas de livros.
Dessa vez é um mini kit de Cidade das Cinzas, contendo dois marcadores e um banner com o tema do livro!

Para participar basta preencher o formulário abaixo!
Se fizer a divulgação da promoção, basta utilizar a seguinte frase: Eu comentei no @In_Death e vou ganhar prêmios! http://bit.ly/CidadeDasCinzas




Até a próxima!!!!!!!

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Resenha #146 - Alyson Noël - Chama Negra

Oie Gente!!

Bom, confesso que eu não sei nem por onde começar essa resenha.
Veja bem, eu não gosto de dizer que eu "não gostei" de um livro ou que o livro "é ruim", porque normalmente eu sempre acho que vou encontrar alguma coisa boa durante a leitura e que dizer que ele é ruim torna a minha resenha taxativa demais pro meu gosto.
Afinal de contas não é porque algo me desagradou que vai desagradar todo mundo.
Massss, contra todas as minhas regras, eu tenho que confessar que eu não gostei de Chama Negra.
Não consigo entender a insistência da autora de fazer a Ever agir como uma completa descerebrada. Nada do que ela faz tem sentido e todas as escolhas mais óbvias, para ela, são impossíveis.

A Haven, depois da difícil escolha feita em prol dela no livro anterior, tornou-se uma adolescente cega, boba e totalmente sem coração.
Não diria que ela ficou parecida com a Drina, porque a Drina ao menos tinha estilo.

O Damen... o Damen estava mais apagado do que papel em branco...
Até as gêmeas estavam sem graça!!!
Sério, acho que durante a toda a leitura a coisa que mais passou pela minha cabeça foi "Ai, Alyson, o que eu faço com você??".
Espero realmente que tudo, no final, tenha uma explicação.
Porque é muito, muito frustrante ver uma boa estória totalmente perdida. *suspiros*
Enfim, nem sei se esse entra para a lista de recomendados... Acho que vou deixar  para recomendar ou não só depois que ler o próximo título.
Até!

A sinopse eu coloquei na cor do plano de fundo, porque tem spoilers dos livros anteriores. Se você quiser ler é só selecionar o texto.

Sinopse: Enquanto tenta ajudar Haven na transição para a vida imortal e libertar Damen do feitiço que não a permite tocar nele, Ever se aprofunda mais e mais nos mistérios da magia negra. O feitiço, porém, vira contra a feiticeira, e ela se vê presa a seu maior inimigo: Roman. A força estranha e poderosa que toma conta de seu corpo impede que Ever consiga parar de pensar nele e de desejá-lo. Ela quer resistir à atração incontrolável que a está consumindo. Ele quer se aproveitar desse momento de fraqueza. A ponto de se render, Ever procura a ajuda de Jude, arriscando tudo e todos para salvar a própria vida e seu futuro com Damen...

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Resenha #145 - Cassandra Clare - Cidade dos Ossos

Oi Gente!!!

Semana passada eu li "Cidade dos Ossos", mas só agora deu para sentar e fazer a resenha.

Confesso que antes de começar a ler estava completamente apreensiva, já que vários outros livros sobrenaturais, YA, andam me fazendo subir pelas paredes de irritação.
Tenho tido uma grande dificuldade com os livros desse estilo, já que as estórias estão todas muito parecidas, deixando a leitura meio... frustrante. Personagens parecidos, enredos parecidos, tramas parecidas... acaba tudo ficando misturado na cabeça!

Daí já viu, olhei pra "Cidade dos Ossos" meio desconfiada quando vi que alguns dos temas abordados estavam meio batidos...
Vampiros, anjos, garota-adolescente-que-não-sabe-de-nada-e-fica-dividida-entre-dois-amores...
Mas não é que, mesmo com tudo isso, o livro é surpreendente?

Sim, tem vampiros, tem lobisomens, tem anjos, tem nefilins e, principalmente, tem a tal garota adolescente que não sabe de nada. Só que, no final da leitura, Cassandra nos surpreende com uma reviravolta na trama de deixar qualquer um de cabelo em pé!

Juro que fiquei uns dez minutos olhando pra página do livro sem acreditar no que eu estava lendo!
Claro que não vou contar para vocês do que eu estou falando, né? Mas se vocês forem ler o livro vão saber *exatamente* qual é o momento de espanto total.

Massss, vamos falar um pouco sobre os personagens que me agradaram e me divertiram durante a leitura.

Jace: quando eu comecei a ler já sabia que ele fazia um estilo "menino mal", só que nunca imaginei que ele fosse tão do mal assim. rsrs

Clary: ela é a tal garota-adolescente-que-não-sabe-de-nada. Mas, ao contrário das últimas que eu li, resolve que ela vai aprender tudo da maneira mais correta possível: perguntando e ouvindo as respostas!

Alec: irmão de criação de Jace, está dividido entre os seus próprios desejos e os deveres que ser um Caçador das Cinzas traz (esse é um dos maiores dilemas que veremos durante a série). E não, eu não vou contar qual é. XD

Isabelle: eu confesso, eu me diverti muiiiiiiiito com a Isabelle! As cenas dela na cozinha foram as que me gantiram os melhores momentos cômicos do livro.

Existem vários outros personagens marcantes na série, mas se eu falar muito sobre eles acabarei entregando o mistério do livro e não é esse o objetivo da minha resenha.

Espero que os próximos livros continuem bons como foram esse e que a autora não perca a mão, como aconteceu com algumas das séries YA que eu acompanhava.
Recomendo!

Sinopse: Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Perda de Posts - Como recuperar parte deles!

Oie Gente!



Como algumas de vocês devem saber o Blogger (servidor do In Death e de vários outros blogs) entrou em manutenção ontem e simplesmente sumiu com vários posts e comentários!

Por conta disso muita gente está tendo muita, muita dor de cabeça.

Mas como a Internet é um buraco sem fundos de informação, existe uma maneira de recuperar alguns dos posts.

Abre o Google. Vá no serviço do Reader. No menu esquerdo, parte central, existe a lista de blogs que você segue pelo Google Reader.
Nessa lista , localize o seu blog na sua lista de leitura. Mande abrir.
Deve aparecer assim:

 


Se ele não for resumos diários ele irá mostrar seu post completo.

Caso você não siga seu próprio blog, pode pedir que um amigo faça isso para você.

Os blogs que estão como resumo eu ainda estou tentando descobrir como recuperar.

Assim que eu descobrir eu aviso, ok?


Para quem se inscreveu nas promoções depois do dia 10, por favor, comente novamente no post!

Sua INSCRIÇÃO NÃO foi perdida, mas SEU COMENTÁRIO FOI!

Beijos!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

In Death Convida #03 - BiahB Resenha: Crepúsculo Guia Ilustrado Oficial da Série

Oie Gente!

Já tem um tempinho que não tem um "In Death Convida" e, por isso, podem não conhecer essa secção...
Nela, eu convido um amigo para ser o resenhista vítima da vez e  comentar sobre um livro que normalmente não seria resenhado por mim ou que é um título que eu tenho muita vontade de apresentar para vocês mas não tenho como comprar o livro para resenhar...

Dessa vez a vítima de bom coração convidada  é a BiahB, companheira de cidade, eventos e vícios. Ela vai falar sobre o último lançamento da Stephenie Meyer, "Crepúsculo: Guia Ilustrado", lançado recentemente pela Intrínseca! 


Biah, obrigada por aceitar o convite!! Fiquei super feliz de ver alguém de cá resenhando no blog! o/!
Vamos a resenha!
Fiquei super feliz quando soube do lançamento desse guia. Sabe por quê? Porque durante a leitura fiquei curiosa a respeito da história de alguns personagens, como a Alice. E a explicação sobre ela no final de Crepúsculo é minúscula comparada à história contada no guia. Sem falar dos outros detalhes explorados no livro.
Primeiro há uma entrevista com a autora Stephenie Meyer feita pela também autora (e amiga de Steph) Shannon Hale. Na entrevista ela aborda vários assuntos, desde o porquê de escrever a série, os livros que a inspiraram (Shakespeare!!) até as explicações sobre o final. É uma entrevista bem grande! São as 80 primeiras páginas do livro! E realmente você consegue entender, e eu diria até aceitar, algumas coisas que não eram satisfatórias até então.
E depois vêm os perfis dos personagens: dos vampiros com suas histórias pessoais antes e depois da transformação, suas habilidades, parceiros, clãs, e dos lobisomens, dos humanos, de todos. Também há a descrição dos carros e motos que aparecem na série. Sem falar nas playlists e ilustrações. E que ilustrações! Lindas!!!! (o jeito como a Stephenie imaginou os personagens não tem nada a ver com os atores! aushuhahsuhas) 
Enfim é um guia indispensável para os fãs da série. Muito bem feito, com ilustrações lindas. O material da página é diferente, tipo de revista sabe, só que mais grosso. E apesar de eu ter lido o livro direto, é bom ler aos pouquinhos, nos intervalos das leituras de outros livros, pra curtir bastante o guia e as informações nele contidas. Muito Bom! Corram pra comprar!  XD


Sobre a convidada:  
Minha foto Olá! Meu nome é Bianne Souza, mas podem me chamar de Biah, e eu sou uma leitora compulsiva!
Blog:
 

In Death Convida #03 - BiahB Resenha: Crepúsculo Guia Ilustrado Oficial da Série

Oie Gente!

Já tem um tempinho que não tem um "In Death Convida" e, por isso, podem não conhecer essa secção...
Nela, eu convido um amigo para ser o resenhista vítima da vez e  comentar sobre um livro que normalmente não seria resenhado por mim ou que é um título que eu tenho muita vontade de apresentar para vocês mas não tenho como comprar o livro para resenhar...

Dessa vez a vítima de bom coração convidada  é a BiahB, companheira de cidade, eventos e vícios. Ela vai falar sobre o último lançamento da Stephenie Meyer, "Crepúsculo: Guia Ilustrado", lançado recentemente pela Intrínseca! 


Biah, obrigada por aceitar o convite!! Fiquei super feliz de ver alguém de cá resenhando no blog! o/!
Vamos a resenha!
Fiquei super feliz quando soube do lançamento desse guia. Sabe por quê? Porque durante a leitura fiquei curiosa a respeito da história de alguns personagens, como a Alice. E a explicação sobre ela no final de Crepúsculo é minúscula comparada à história contada no guia. Sem falar dos outros detalhes explorados no livro.
Primeiro há uma entrevista com a autora Stephenie Meyer feita pela também autora (e amiga de Steph) Shannon Hale. Na entrevista ela aborda vários assuntos, desde o porquê de escrever a série, os livros que a inspiraram (Shakespeare!!) até as explicações sobre o final. É uma entrevista bem grande! São as 80 primeiras páginas do livro! E realmente você consegue entender, e eu diria até aceitar, algumas coisas que não eram satisfatórias até então.
E depois vêm os perfis dos personagens: dos vampiros com suas histórias pessoais antes e depois da transformação, suas habilidades, parceiros, clãs, e dos lobisomens, dos humanos, de todos. Também há a descrição dos carros e motos que aparecem na série. Sem falar nas playlists e ilustrações. E que ilustrações! Lindas!!!! (o jeito como a Stephenie imaginou os personagens não tem nada a ver com os atores! aushuhahsuhas) 
Enfim é um guia indispensável para os fãs da série. Muito bem feito, com ilustrações lindas. O material da página é diferente, tipo de revista sabe, só que mais grosso. E apesar de eu ter lido o livro direto, é bom ler aos pouquinhos, nos intervalos das leituras de outros livros, pra curtir bastante o guia e as informações nele contidas. Muito Bom! Corram pra comprar!  XD


Sobre a convidada:  
Minha foto Olá! Meu nome é Bianne Souza, mas podem me chamar de Biah, e eu sou uma leitora compulsiva!
Blog:
 

terça-feira, 10 de maio de 2011

Resenha #144 - Pittacus Lore - Eu Sou o Número Quatro

Oie Gente!!!

Antes de falar sobre o livro tenho que fazer uma reclamação!
O Pittacus deve ser parente, amigo, conhecido íntimo ou qualquer outro tipo de relacionamento do Murphy, porque ele trouxe o infeliz de volta para a minha vida!
Depois de meses de calma e tranquilidade tirando o fato de que quase todo meu equipamento de informática queimou no início do ano, a vida tem sido bem calminha, foi só eu começar a ler o bendito do livro que em cada canto que eu me escorava aparecia um para contar spoiler!
Vou te contar, hein, seu Murphy? Golpe baixo!
Hunf! ¬¬"

Umas semanas atrás eu recebi da Intrínseca o livro "Eu Sou O Número Quatro", que, confesso, escolhi porque achei o título intringate!!
Apesar de já estar até nas telonas, eu nunca tinha ouvido falar do autor ou da série.
Depois que o livro chegou é que vi o quanto de bafafá ele anda causando... (o filme lidera bilheterias no mundo todo!!). Mas, como toda boa criatura lesa distraída, acabei não me atendo mundo ao detalhe de que... todo mundo ia querer comentar a estória comigo!

Eu estranhei um pouco a leitura no início e tive uma enorrrmeeee dificuldade de tirar o Super Homem da cabeça enquanto lia.
Ok, ok, eu sei que apenas a base das estórias são parecidas (criança de outro planeta, com poderes especiais, vem para a Terra depois da destruição do seu próprio planeta), mas era começar a ler e o foférrimo do Clark Kent (o original, tá? Não o gatinho, porém sem sal atual Superboy) vinha à cabeça!

Depois dessa dificuldade inicial, quando comecei a me empolgar com a leitura, e a rir da desgraça alheia, já que o John é totalmente azarado, eu tive outro dilema: me livrar dos spoileros!
Não, gente! Vocês não tem ideia de quantas pessoas achavam que por eu estar lendo o livro eu já tinha assistido ao filme! Todo mundo queria me contar um pedacinho!
E ontem, quando eu estava quase no final do livro, foi o pior de tooooddddoossss!!!!
Meu colega de trabalho, que já assistiu ao filme e que já leu o livro, resolveu que era muiiito legal contar a participação da Seis no primeiro livro...
Me vi, feliz da vida, com desejos alucinados de tacar nele o meu exemplar!

Massss, fora os ataques de fúria causados por pessoas sem noção olhando torto pro colega ao lado eu gostei bastante do livro!
Tá certo que fiquei louuuuucaaaaa com aquele final, mas já era esperado... afinal, ele não podia resolver tudo e explicar todas as dúvidas logo no primeiro livro!
Recomendo!

E para quem quiser matar a curiosidade, a Intrínseca disponibilizou no site  primeiro capítulo do livro.
E tem também o site da série "O Legados de Lorien".
Eu espero ir assistir o filme semana que vem e aí digo aqui o que achei da adaptação...
Por enquanto, ficamos com o trailer dele!







Até mais!

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Resenha #143 - Ruth Langan - Anjo

[MARATONA DE BANCA]

Oie Gente!

Quem frequenta o blog já há algum tempo sabe que romances históricos não são minha especialidade. Por conta disso, quando vi que o tema do mês de maio (Ruth Langan), eu corri pro LdM para conseguir indicações!
Acabei escolhendo "Anjo", lançado pela Nova Cultural em 1994, que hoje em dia só está disponível em sebos (se estiver!) ou em e-book.

A estória se passa logo após a guerra civíl americana e os personagens centrais, Quin McAllister e Cassie Montgomery tiveram suas vidas devastadas por ela e agora, por uma virada do destino, acabam unidos para sobreviver.
Eu adoreeeiii o livro!
O Quin é um personagem marcante, forte e que resolve mover mundos e fundos e ir contra todo o seu bom censo ao resolver defender a família Montgomery.
Cassie está lutando para manter as terras de sua família e para garantir o futuro de suas filhas. Quando ela encontra Quin, fica dividida entre os desejos de seu coração e as obrigações que sua educação lhe impõe.
Gostei muito da dualidade dos personagens e do quão fortes eles são. Gostei da doçura das crianças e da acides da mãe de Cassie.

Para quem gosta de um romance leve, com situações que vão crescendo e evoluindo a cada página, recomendo!



Sinopse: Talvez fosse esse o traje que reservavam para Montana, pois Quin McAllister parecia um deles ao surgir naquela região selvagem e na vida de Cassie Montgomery e suas duas filhas. No entanto, ela sabia que a sua felicidade duraria pouco. Apaixonou-se por um homem que jamais renunciaria à liberdade de não se fixar em lugar algum.
Quin McAllister, um jogador, começara a se apaixonar por Cassie muito antes de conhecê-la, graças às cartas do marido dela. Então, perdeu o coração quando a viu com seus próprios olhos! Cassie era a única mulher que o levaria a arriscar todas as suas cartas a fim de conseguir tudo quanto sempre desejara…