quarta-feira, 29 de junho de 2011

Resenha #153 - Rick Riordan - O Herói Perdido

Oie Gente!!

A resenha de hoje é sobre o último lançamento do Rick Riordan, "O Herói Perdido", primeiro livro da série Os Heróis do Olimpo, continuação da sério Percy Jackson e os Olimpianos.

A primeira coisa diferente nessa nova série é que os capítulos seguem o estilo adotado por ele em Pirâmide Vermelha, fazendo cada um deles com o POV de um dos personagens centrais.

Bom, primeiro tenho que fazer uma crítica aqui... a revisão desse livro deixou a desejar.
Não sei se foi a revisão da editora brasileira ou se foi do original, só sei que o livro está cheio de erros em nomes dos personagens.
Tem momentos que você quer jogar o livro na parede, já que as piadas ficam totalmente sem graça quando você lê o parágrafo seguinte e tem lá o mesmo personagem falando... u.u

Agora, fora esse detalhe aborrecedor, o livro é maravilhoso.
Ok, ok, confesso: senti muitas saudades do meu azarado favorito, mas os novos personagens, Jason, Leo e Piper, conseguiram me conquistar.
Ele segue o gênero da série do Percy, com um humor seco e tiradas sarcásticas e aventuras do início ao fim.

Dessa vez, como era esperado depois das mudanças no Olimpo em "O Último Olimpiano", o Rick da maior participação aos outros deuses e semideuses, nos apresentando vários olhos chalés.
Não vou contar nadinhaaa sobre a estória para vocês, já que qualquer detalhe revelado sobre ela responde um dos vários mistérios apresentados no livro.
Só posso dizer que, ao final da leitura, você terá vivido uma incrível viagem pela história!

Até!

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Resenha #152 - Dixie Lynn Dwyer - Were She Belongs


Oie Gente!!
Como eu já disse, estou num momento sobrenatural de ser.

Aí, aproveitando esse momento ou a desculpa esfarrada, fui procurar alguma coisa nova para ler.

Navegando pelo site da Book Strand, topei com uma trilogia da Dixie Lynn Dwyer que parecia ter tudinho o que eu andava querendo. nem preciso dizer que a culpa verdadeira da indicação é da Gil,  né? Ela é quem é a  *cof cof* tarada de plantão hauhauah



A trilogia Were começa com o livro Were She Belongs, que conta a estória de Lexi. Ela não sabe nada sobre seu passado, não tem nenhuma família e depois de ser atacada, precisa fugir para proteger sua única amiga, Sierra.


Nele também conhecemos três machos Alfa, Paul, Saber e Andre, que ficam enlouquecidos quando a encontram.

Eles são werewolfs, alfas de sua alcatéia e farão de tudo para manter Lexi segura.

Eu AMEIII a série! O romance entre os quatro personagens é linnnnndddoooo, emocionante e quente, muito quente!
As cenas deles três tentando fazê-la aceitar o amor deles são linnnddassss!!!!!!
Quase me acabei dec chorar nas partes em que ela conta para eles e para a Sierra e para eles tudo o que passou quando morava nas ruas e quando teve que fugir para manter Sierra segura.Também é cheio de ação, já que os alfas terão que lutar muito para manter sua companheira segura.
Enfim, não posso contar muito, já que as companheiras de leitura me matarão se eu soltar mais spoilers hehehee.Esse, também, não tem versão em ptbr. Não achei nem mesmo em espanhol, então por enquanto só em inglês mesmo.

Já li os outros livros da série e já coloquei a Dixie entre minhas autoras favoritas.
Até as cenas mais quentes dela são lindas e românticas!
Tomaraaa que apareça uma editora que se especialize nesse estilo.
Estamos REALMENTE necessitadas disso!
Recomendo!


Sinopse: [Ménage Amour: Erotic Fantasy Ménage a Quatre Romance, F/M/M/M, Shape-shifter]

After being abducted, Lexi was unable to escape and about to be murdered. Growls. Bodies flying. The next thing she knows, she’s staring into the eyes of some sexy wolf she met at the club.

Her old friend, Sierra, helped save her, along with three very sexy and intimidating Alpha males. Although they are triplets, Lexi soon finds out that they are just as powerful individually as they are together. But she’s never really belonged, and all she can give them is danger and pain.

Paul, Saber and Andre have found their mate, and they’re ready to claim her body and soul. The one problem, Lexi trusts no one. She’s lived on the streets, survived on her own, and she’s not about to be pampered. They know she’s in danger and that she’s safest with them.

It’s going to take some sneaky, dominant sexual tactics to convince Lexi she’s where she belongs.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Resenha #151 - Maya Banks - Sweet Possession

Oie Gente!

Existem momentos da vida em que você precisa estar rodeado de pessoas, cercado por riso e diversão.
Mas existem aqueles momentos, mais intimistas, que você prefere se recolher e ficar sozinho, em que precisa pensar, refletir ou simplesmente curtir o silêncio.

Segunda me encontrei num desses momentos em que você quer muito, muito ficar sozinho e eu simplesmente não podia.
Então, depois de um dia inteirinho pondo a paciência de Jó a prova, cheguei em casa e resolvi catar alguma coisa pra ler.
E, bem, num momento desses eu prefiro não arriscar e fui de uma daquelas autoras que são garantia de emoções fortes e algumas risadinhas maníacas.


Catei Sweet Possession, lançado em abril pela Maya Banks e passei pro celular.
Passei boa parte da noite lendo e valeu muiiiitooo a pena perder a noite de sono!
O livro é maraaaavilhooossooo!

Para quem não conhece a série Sweet, aqui as resenhas anteriores.
Para quem já conhece, fique sabendo que eu gostei tanto desse livro quanto do primeiro.
A personagem feminina, Lyric é uma daquelas personagens típicas da Maya Banks.
Ela consegue ser durona e delicada, tímida e louca e todas aquelas contradições típicas da Maya Banks.
Ela também tem um passado de causar pesadelos (também típico da Maya) e ela consegue um gostosão tudebom como alma gêmea. *pausa para os suspiros*
É um daqueles romances doces, românticos, quentes, suados, dramáticos e m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o-s, que fazem você chorar, tremer, suspirar e cair um pouco apaixonada por todos os personagens.

Acho que uma das coisas que eu mais adoro nos livros da Maya Banks é o fato de que ela sabe dosar o erotismo com o romance, evitando que o livro caia naquela canoa furada de só "sexo-sexo-sexo".
Ok, ele tem um lote incrrríiiveeelll de sexo, mas ele tem também taaannntooo romance, sedução e caloorrr, que torna a leitura a-b-s-o-l-u-t-a-m-e-n-t-e inebriante!

Infelizmente nenhuma das editoras brasileiras parece ter percebido que nós, leitoras modernas, ADORAMOS esse gênero literário.
Minha esperança foi renovada quando soube que a Universo dos Livros comprou os direitos de Cárpatos, dando um upgrade no cenário sobrenatural.
Agora é torcer e esperar que as editoras percebam que leitoras adultas ADORAM romances adultos! rs
R-E-C-O-M-E-N-D-O!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Resenha #150 - Tempo de Magia - Harlequin Dueto

Oie Gente!


Na Maratona de Banca desse mês tem um tema que eu quase mentira! nunca leio: sobrenatural.
Então vocês imaginam cooomoooo foi difícil escolher UM livro para ler.
Por isso resolvi escolher um que tivesse várias estórias.

E, bem... no final não sei se foi uma boa opção.

O livro contém seis estórias pequenas e, confesso, eu só gostei mesmo de duas.
A primeira, Feitiço da Lua, tem tantos saltos durante a estória que você fica com a impressão de que o texto foi cortado, tirando boa parte da graça da leitora.
Se tivesse sido num livro completo, com várias e várias páginas para a autora desenvolver teria sido diferente. 



A segunda estória, Estranho Desejo, foi a que eu mais gostei.
Conta do romance de uma shape-shiftter e um vampiro. Mesmo sendo super curtinho, tem direito até a drama!
Vou procurar ainda mais livros da autora, já que nesse livro tem o início da estória de Emily e eu fiquei muito curiosa com ela. Espero encontrar!

A terceira estória, Pacto de Sedução, também gostei.
Apesar de ser sobre seres que normalmente não vejo em livros, os demônios (nesse caso específico, cães infernais), eu gostei muito do drama que a autora conseguiu criar em tão poucas páginas.

A quarta estória, Senhor dos Sonhos, achei absurdamente sem pé nem cabeça. Simplesmente não vi nenhuma atração no jeito que a autora optou por abordar a estória de um incubus... Acho que prefiro mil vezes a da One. hehehe
A quinta estória, Fúria do Coração, é até legalzinha. Sem profundidade, mas legalzinha.

A sexta estória, Sortilégios Proibidos, da a entender que faz parte de uma série. Seria algo como aqueles livros X.5, entre dois títulos grandes. Então você tem que ter muita boa vontade para não ficar perdido. É confuso, mas da a entender que a série (se existir) será bem emocionante.

Enfim, apesar da minoria ter me agradado, acho que, ainda assim, valeu a pena ler o livrinho.
Até!


Sinopse: Sob a névoa da noite existe um mundo povoado por criaturas com poderes sobrenaturais que invadem sonhos, seguem a luz da lua e desafiam os deuses em nome do amor. Viva momentos de puro encantamento com seis contos de magia e sedução que prometem provocar suspiros... a cada página e a cada mordida...

Feitiço Da Lua - Michele Hauf
Sunday encontra o belo Dean Maverick na estrada. Logo a atração entre eles explode, mas ambos gurdam segredos que a paixão pode trazer à tona...

Estranho Desejo - Karen Whiddon
Allison Berg aparece no bar local para um encontro às cegas e mal pode imaginar que Kane, o homem mais atraente que já viu seja um vampiro...

Pacto De Sedução - Lori Devoti
Leve é capturada por criaturas que forçam seus cativos a lutar em uma arena, mas uma sensual farsa com Gray Barsk, seu novo companheiro de cativeiro, pode lhe dar uma chance de fugir.

Senhor Dos Sonhos - Anna Leonard
Emma não consegue dormir, assombrada por estranhas vozes que a deixam cada vez mais fraca, Matthew é o único capaz de ajudá-la... de uma forma surpreendentemente sensual

Fúria Do Coração - Vivi Anna
A policial Mahina Garner é atingida em ação... e salva por Ren Calder. Tudo que ela quer é desaparecer na noite, mas ele não está disposto a deixar a mulher de sua vida escapar.

Sortilégios Proibidos - Bonnie Vanak
Katia Howard está disposta a tudo para encontrar seu pai, mas terá de resistir à paixão por Baylor Deveraux. Contudo, ante seus terríveis inimigos, talvez o amor se revele sua única esperança...

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Resenha #149 - Lara Adrian - O Beijo da Meia-Noite

Oie Gente!!!


Primeiro de tudo, aviso que a resenha de hoje é proibida para pequenos inocentes...
Se você entra nessa categoria trate de dar meia volta e vá ler uma resenha com classificação livre.
Aos outros, espero que vocês se divirtam com a resenha.
Como vocês devem ter percebido no Twitter eu estou num "momento sobrenatural adulto de ser".
Quando coisa que não tenha os três S (Sangue, Suor e Sexo) está ficando na pilha...


Já tinha lido O Beijo da Meia-Noite faz algum tempo quando soube que seria publicado pela Universo dos Livros.
Isso para mim foi uma alegria enorme, já que quem estava publicando Lara Adrian aqui no Brasil era a Nova Cultural. E vocês sabem bem como a Nova Cultural é, né? Ela lançou o terceiro livro antes dos dois primeiros, lançou o primeiro com nome errado e ainda cheio de cortes.
Massss, para a felicidade geral da nação, eu falei com a Universo dos Livros e ela disse que comprou o direito de toodooos os livros e vai publicar todinhos, todinhos, bonitinhos e completinhos! o/!

Vamos aquelas informações básicas?

A série: Em O Beijo da Meia-Noite, Lara nos apresenta a série Midnight Breed e conta a história da Raça, vampiros guerreiros que lutam pela própria sobrevivência e pela extinção dos Renegados, vampiros que se entregaram a sede de sangue e matam humanos indiscriminadamente, causando medo entre sua própria população.
Os guerreiros da Raça lutam para manter vampiros e humanos em segurança.
A Raça só possui membros do sexo masculino e sua sobrevivência depende de mulheres humanas muito especiais, conhecidas como Companheiras da Raça.
Por serem as únicas que podem proporcionar a continuidade da Raça, essas mulheres são tratadas como deusas, respeitadas por todos e muito, muito queridas.

O livro: O Beijo da Meia-Noite conta a história de como Gabrielle Maxwell acabou envolvida com a Raça. Ela é testemunha de um assassinato brutal e ver suas ilusões quanto ao mundo real irem por água abaixo.
Lucan Thorne é um macho vampiro da primeira geração (o que torna ele um cabeça dura ao quadrado) que simplesmente consegue ser mais enrolado que rolo de barbante!
Gente, sério! Vocês precisam ler as loucuras que ele apronta antes de se mancar e começar a fazer as coisas de maneiras corretas!
Eu fico louca de vontade de contar para vocês, mas não posso. Vocês precisam ler o bendito do livro pra saber exatamente o quão tapado ele fica em alguns momentos.

Eu normalmente não gosto de fazer comparações, mas se tivesse que fazer uma sinopse/autora, diria que nesse livro você tem o romance da Nora Roberts, o erotismo da Maya Banks, o drama da Carol Lynne e a cabeça-dura da Diana Palmer!
É MUITO difícil achar alguém que não goste desses elementos!

Apesar de algumas pessoas compararem a série as outras do estilo (IAN, principalmente), eu acho as duas tão diferentes que não teria como fazer comparações.
Desde o elemento de criação dos vampiros até o fundamento da guerra relatada. Não adianta, não dá mesmo pra comparar!
Então, se você gosta de sangue, suor e sexo, daqueles livros que tem tarja de "Cuidado, queima!", trate já de lê-lo!
Vale muiiiiiiiiito a pena!
Recomendo!


Sinopse: Um estranho moreno e sensual a observava do outro lado da boate, e foi capaz de despertar as mais profundas fantasias em Gabrielle Maxwell. Mas nada a respeito desta noite – ou deste homem – é o que parece. Pois, quando Gabrielle presencia um assassinato nos arredores da boate, a realidade se transforma em algo obcuro e mortal. Nesse instante devastador, Gabrielle é lançada em um mundo que jamais imaginou existir – um mundo onde vampiros espreitam nas sombras e uma guerra de sangue está para começar. Lucan Thorne despreza a violência de seus irmãos sem lei. Ele próprio um vampiro, é um guerreiro de Raça, e jurou proteger sua espécie – e os humanos imprudentes com quem convivem – da ameaça crescente dos Renegados. Lucan não pode arriscar um relacionamento com uma mulher mortal, mas, quando seus inimigos escolhem Gabrielle como vítima, sua única escolha é trazê-la para o escuro submundo que comanda. Aqui, nos braços do intimidante líder da Raça, Gabrielle enfrentará um destino extraordinário, repleto de perigos, sedução, e dos mais sombrios prazeres…

terça-feira, 7 de junho de 2011

Resenha #148 - Gena Showalter - O Beijo Mais Sombrio

Oie Gente!!!!


Primeiro de tudo, aviso que a resenha de hoje é proibida para pequenos inocentes...
Se você entra nessa categoria trate de dar meia volta e vá ler uma resenha com classificação livre.
Aos outros, espero que vocês se divirtam com a resenha.


A resenha de hoje é sobre uma daquelas séries que eu adoro, com aqueles elementos básicos que eu amo: sangue, suor e sexo.


Se você não conhece a série, deixa eu colocar você a par do que está perdendo.
Os Senhores do Mundo Subterrâneo (ou Senhores do Submundo, dependendo da versão que você leu) são guerreiros imortais e responsáveis por uma das maiores tragédias conhecidas: a abertura da caixa de Pandora.
A Caixa continha os piores dos demônios, aqueles que nem mesmo os portões do inferno conseguiam segurar: violência, morte, luxúria, mentira, doença e muitos outros.
Quando os deuses gregos perceberam o que eles haviam causado por conta do ciúme, castigaram os guerreiros dando, a cada um, um domônio para conter.
Foram mandados para a Terra e, dominados pelos terríveis desejos de seus demônios, causaram grandes desgraças, destruição e morte.

Agora, estão em luta contra os Caçadores, que desejam destrui-los, acreditando que, com isso, a Terra tornaria-se o paraíso.

Agora que vocês tem uma ideia do que vão encontrar, juntem a tudo isso um encontro cataclísmico: Morte e Anarquia.

Lucien é o portador do Demônio da Morte e após os acontecimentos de "A Noite Mais Sombria", se vê completamente atraído por Anya, deusa da Anarquia.
Os dois são os personagens centrais dessa vez e, acreditem, vão garantir momentos maravilhosos!
Eles brigam, lutam, implicam um com o outro, seduzem, lutam mais um pouquinho e, nesse ínterim, fazem você subir pelas paredes com as cenas altamente eróticas que protagonizam.
Sério, acho que eles conseguem fazer amor em todas as formas possíveis e imagináveis sem de fato fazer amor!
E, pela quietude do Amún da Beta, aqueles dois pegam fogo!!!
Acho que quando terminei de ler o livro estava pronta para subir pelas paredes!!!!
A Harlequin devia por um aviso na capa com "Cuidado, queima!!".

Além de tudo isso, ainda precisam escapar dos planos de Cronos, que quer algo que Anya tem!
Para conseguir o que quer, Cronos Titan terrível, terrível! Devia era voltar para o Tártaro!!, impõem algo a Lucien que pode acabar destruindo a todos!

Então, se você é daqueles que ADORA um romance cheio de ação (literal e figurativamente), com muita informação histórica, muitas cenas de romance tórrido e delicioso e ainda alguns banhos de sangue, largue tudo o que está lendo e vá já pegar eles para ler!

R-E-C-O-M-E-N-D-O!!!!!!

Entre os blogs parceiros do In Death estão rolando vários sorteios de um dos livros da série!
Clique aqui, para o sorteio do RIP e aqui, para o sorteio do Supreme!

Até mais!

Sinopse: Há muitos séculos Anya, a deusa da anarquia, controla os corações e as almas dos homens... porém, jamais sentiu prazer. Até conhecer Lucien, a própria encarnação da morte. Um guerreiro destinado a conduzir almas para o outro lado. E ele tem um poder sobre ela que homem nenhum jamais teve. Anya está disposta a arriscar qualquer coisa para possuí-lo. Mas quando Lucien recebe ordens dos deuses para levar a alma de Anya, eles devem escolher entre derrotar as forças que os condenam ou sacrificar seu amor em nome de uma vontade divina...