quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Resenha #221 - Karyn Bosnak - Qual Seu Número?

Oie Gente!


Como alguns de vocês sabem, eu não sou muito fã de chick-lit.
O texto de muitos deles é ótimo [já li resenhas empolgantes falando sobre isso], mas a ideia central da maioria dos livros [ao menos os que já li] é de uma mulher de trinta anos, frustrada, deprimida, gordinha e revoltada por que... não tem um homem.
E esse pequeno detalhe, sempre presente, é que tem me causado essa enorme frustração com o gênero.
É como meu relacionamento com as comédias românticas: todo mundo adora e acha divertido e eu só consigo achar um tédio.


Então quando eu recebi "Qual Seu Número?", da Novo Conceito, precisei fazer certo esforço para desligar o meu preconceito e tentar dar uma chance ao livro.


Li algumas resenhas, já querendo me preparar para o que iria encontrar, troquei comentários com as amigas para pescar alguns spoiler. Fiz de tudo o que podia para me preparar para a leitura.
Abri meu livro e... me deparei com uma mulher de trinta anos frustrada porque não tem um homem.
GENTEM!!!!! Eu queria gritar!!!


Certo, o texto é realmente divertido.
A Delilah consegue se meter em várias situações bizarras e ridículas querendo encontrar o "ex ideal", e a autora mantém um ritmo bem legal no texto.
Para quem gosta de uma coisa mais "comédia romântica" e quer só se divertir com um livro é uma boa pedida.
Pelo que pude ver pelas resenhas dos fãs de chick-lit também tem vários elementos divertidos e característicos do estilo.
Mas para mim, que gosto de me envolver profundamente com meus personagens [note a possessividade da blogueira] e que tenho vontade de esganar amigas-que-só-falam-em-casamento, sofri todas as 414 páginas da leitura.


Beijos!


SinopseDelilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dela. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer o passado e começar uma linda história de amor? Qual Seu Número? revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo.

11 comentários:

  1. Eu gostei bastante quando eu li e ri horrores. Que pena que você não gosta do gênero.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkk Quanto sofrimento! Gosto de comédias românticas no cinema e talz, mas não curto chick-lits pelo mesmo motivo: a falta de um homem é o que torna a mulher uma abestada estúpida que se joga em todos. Pelo menos nos filmes temos um super-gato pra ficar olhando.... *assobia*

    Mesmo assim, vou ler esse livro. Adorei esse capa com o Chris Evans! o/

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Eugosto dos filmes assim.. mas os chick-lits não prendem a minha atenção.. não sei como é.. acho q é bem pelo o q a Kassia falo.. pelo menos nos filmes tem algum agrado para os olhos!!!
    acho q esse nem vou me arriscar a ler.. vou ficar só no filme msm!!

    Bjos!!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ba.

    Saudades de conversar com você.

    Não li este livro e nem assisti ao filme ainda.

    Eu gosto desse gênero como entretenimento mesmo, mas se for levar para o lado sério, só passo raiva. Por isso, deixo a mente aberta e passo algumas horas dando boas risadas.

    Homem não é tudo na vida de uma mulher. Há tantas mulheres solteiras que são bem sucedidas,  muito bem resolvidas e felizes. E Ba, estamos no mesmo clube das amigas casamenteiras. [risos].

    Concordo com as meninas. Nada melhor do que um filme que tem um colírio para os nossos olhos.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Ahhh gêmula, eu adoro mulheres de 30 que choram porque não têm um homem kkkk

    Esse eu recebi mas ainda não li, tá com a Carol...

    Beijooos

    ResponderExcluir
  6. Eu, que sou apaixonada por chick-lit, acho que gostarei do livro. Assisti o filme e gostei da temática, e já vi que mudaram o nome da personagem do livro para o filme. Provavelmente é meu próximo livro que irei ler.
    xx Juh Annye - Hangover at 16

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkkkkkk

    Adorei sua resenha! 

    Eu sinceramente, não tinha prestado muito atenção ao combo MULHER DE 30 + FRUSTRADA + QUER UM HOMEM... rs
    Eu gosto desse tipo de leitura pra me divertir e passar o tempo!

    Bjo

    ResponderExcluir
  8. uauhahauhuaha Adoreeei a resenha.
    Bom, como eu gosto desse tipo de temática, já sei que vou gostar do livro :)

    Beijoos

    ResponderExcluir
  9. Então, eu gostei do livro no sentido das risadas, pq eu realmente ri muito. Eu até gosto do estilo, mas também não gosto do fato da falta de homem e uns quilos a mais sejam motivo para mulher querer se matar ou estar terrivelmente deprimida * me poupa* rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  10. Realmente o livro também não faz meu estilo, mas acho que eu tenho fases... e talvez em uma fase que eu precise ri ou me destrair, acho que então acaba servindo a leitura. Já li outras resenhas e sinceramente não sei o que pensar, talvez quando eu ler eu possa dizer =P

    ResponderExcluir
  11. [...] Qual Seu Número + Radiante + O Fascinante Império de Steve Jobs + Marcadores (Conselho de Amiga, Belle, O Resgate [...]

    ResponderExcluir