segunda-feira, 16 de abril de 2012

Desordenando #01 - Harlan Coben - Alta Tensão

Oie Gente!




[caption id="" align="alignright" width="169" caption="Arte de @ZottoVaz"][/caption]

Se vocês já vieram ao blog antes, provavelmente sabem que eu tenho um caso de Horror e Ódio com o Murphy. Ele me ama, adora se intrometer na minha vida e causar o caos completo enquanto eu o odeio de montão.

[caption id="attachment_3345" align="alignleft" width="95" caption="Customizado por @BlackBirdLonely"][/caption]

Para quem não conhece o blog, fique sabendo que Murphy, que é esse cara aqui, vive pondo em prática, na minha vida, a Lei de Murphy.
As vezes fico achando que é castigo, porque passei muiiiiiiito tempo rindo das desgraças que aconteciam com o Rafael. Aí Murphy, lá do além, me ouviu rindo e resolver vir "me assombrar".
E um dos lugares onde Murphy mais me ataca é na leitura de séries. Se for uma série, eu vou sempre pegar os livros foram de ordem para ler.
A coisa é tão complicada que se eu estiver com, por exemplo, os três primeiros livros de uma série na estante, eu vou sempre, SEMPRE começar pelo terceiro e só descobrir depois de algumas páginas que aquele lá não era o primeiro.
Ou, no caso mais comum: começo pelo terceiro livro e só na metade do segundo ou terceiro capítulos é que descubro que é continuação. Até lá já sei tudo o que podia e não podia saber sobre os dois primeiros livros e já estou maldizendo o dia que Murphy entrou na minha vida.
Então depois de incontáveis mandados judiciais, exigindo que ele mantivesse distância da minha pessoa, de pedidos, mandingas, promessas e todo tipo de surto e chilique dado, desisti de tentar me separar dele e me rendi.
Aí, bom, deu nisso aqui. Toda vez que o Murphy se intrometer na minha vida e desordenar uma série, pimba, o livro vem parar aqui.


E, claro, dessa vez não é diferente, né?


Como vocês sabem eu tenho parceria com a Editora Arqueiro. O que talvez vocês não saibam é o método de escolha dos livros que eu irei ler: eu abro o catálogo, escolho, mando o pedido. Se tiver em estoque a editora envia, eu leio e aí resenho.
Tudo normal, certo? Simples e fácil. Mas, é claro, quando eu abri o catálogo dessa vez, Murphy deu uma risadinha e... fez eu escolher o livro de uma série!


"Ah, qual o problema?" você deve estar pensando. Eu respondo, querida (o) leitora (r). O problema é que... ele não é o livro inicial!


Segundo o Fantastic Fiction, existem nove (NOVE, MINHA GENTE!) livros antes dele! E eu li algum? Hein? Hein? Não!

Fui agora no site da Editora Arqueiro, ver quais deles eu poderia ter pego para ler (mesmo já sabendo spoilers sobre eles, vou ler, sou chata) e descobri que... tinha o primeiro livro lá! (*.*)
Tão vendo como é coisa do Murphy??
Certo, é bem verdade que ser o décimo (blogueira suspirando profundamente agora) não estragou a leitura, mas bem que eu queria entender vários daqueles comentários feitos pelos personagens, naqueles momentos bem "oi, isso foi dito no livro passado", onde eu fiquei mais perdida que alfinete em gaveta de botão.


Bom, agora deixa eu falar sobre o que achei do livro e parar com esse blá, blá, blá.


Myron Bolitar é um agente, mas não do tipo com distintivo. Ele é o representante de jogadores, atores e pessoas do gênero. Só que ele parece se esquecer disso e fica dando uma de "agente" do FBI.
Dessa vez ele foi ajudar uma amiga de longa data, Suzze T, que recebeu um comentário maldoso no Facebook (quem nunca passou por isso?) acerca da paternidade do filho que está esperando.


Tudo parece muito simples, né? E foi o que eu pensei no início do livro.
Fiquei achando a premissa dele muito sem graça. Não conseguia entender como é que um simples post no Facebook poderia render um livro todo, certo?
Errado. O trem começa com um simples post no Facebook, mas como tudo que acontece na internet, migra para a "vida real" e toma proporções inesperadas.
Eu realmente acho que o Myron tem um parafuso a menos. Ele consegue se meter e meter os amigos em todo tipo de confusão nesse livro.


Vocês não sabem, mas minha paixão por romances policias, thrillers ou qualquer nome que queiram dar ao gênero, começou com Arsène Lupin, que era um ladrão muito do seu sem vergonha e que sempre conseguia passar a polícia para trás. Depois dele vieram os livros da Agatha e daí não parei mais.
Então normalmente para eu dizer que gostei de um livro policial, ele precisa ser "as antigas". Nada de CSI no livro, nada de botar um tubinho na máquina e descobrir quem era o culpado.


Por isso "Alta Tensão" me conquistou. O "mocinho" é totalmente sem noção, mais atrapalha que ajuda (palavra dos amigos dele!), faz o que estava difícil ficar ainda pior, mas tudo na base do sangue, suor e raça!


Tá, certo, o Win é rico-de-morrer, o que quer dizer que ele dá um telefonema e tem um jatinho pronto para voar, os telefones deles dariam aula ao sistema de localização do Foursquare, mas é só.
O resto é tudo feito na coragem!
Estão querendo saber o que acontece de tão legal nesse livro, né? Só que eu não posso contar.
Só posso dizer que em alguns momentos passei muita, muita raiva, porque o autor vestiu sua capa de "Nicholas Sparks" e fez aquilo que o Nicholas faz e que eu odeio.
É, isso aí mesmo que você está pensando. E, não, ele não faz isso uma vez... ele faz DUAS! DUAS! Eu quase enlouqueci com isso!
E o final? Minha nossa senhora, o que é aquele final? Como assim acaba lá? Cadê a continuação? Quero ela, tipo, !


E como eu sou uma pessoa muita calma e tranquila (rá rá rá, que piada) no que se refere a continuações, eu nem preciso dizer que eu já surtei quando vi que... não tem continuação nem em inglês! blogueira morta detected. Zumbi feelings.
Então, bom, o jeito agora é começar a ler a série na ordem e torcer para conseguir aguentar até sair o livro final. #Oremos


SINOPSE - ESTANTE VIRTUAL - ARQUEIRO - SKOOB


Série Original:




Deal BreakerDrop ShotFade AwayBack Spin
One False MoveThe Final DetailDarkest FearPromise Me
Long LostLive WireThree Great Novels: Deal Breaker / Drop Shot / Fade AwayThe Myron Bolitar Collection: 9 Great Novels


Spin-off:

Mickey Bolitar


Shelter



Fui!

10 comentários:

  1. Oi Bá!

    Eu ouvi algum comentário que o Harlan Coben está pensando em fazer mais livros do Myron.

    Estou torcendo para isso kkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Que llhoucuuuura!!! kkkkkkkkk Ainda bem que eu não leio muito fora de ordem! E essa série eu já procurei mais ou menos quem é quem... E já tenho o Quebra de Confiança, uahuahauahuah. Mas também vi a resenha de Alta Tensão no HSF e fiquei louca pra ler. Agora morri! kkkkkkk

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Issssso me lembra a Thay! :)

    ResponderExcluir
  4. Quem?? hihihi
    É mais alguém que sofre dessa maldição?

    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Tomaarraaa!!! Porque aquele final, ain, me deixou louuuccaaa! hauhauha

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Eu vou tentar ler na ordem, tomaraaa que consiga! huahauhauha

    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. ihh isso aconteceu comigo e minhas amigas. Nós decidimos por dividir essa série, mas começamos comprando Quando ela se foi, que é justamente o oitavo. Só no fds passado que compramos os 2 primeiros e o alta tensão rsrsrsrs Vamos ler tudo fora da ordem também

    ResponderExcluir
  8. [...] eu comecei a ler do último livro para o primeiro, eu percebi que alguns dos personagens eram muito diferentes, Myron [...]

    ResponderExcluir
  9. [...] de vezes, não sou daquelas que gosta de enlouquecer sozinha! E já que eu surtei com esse livro no Desordenando, vou fazer um sortudo também [...]

    ResponderExcluir
  10. [...] quem não leu a série do Myron toda, fique sabendo que a série do Mickey logo depois de Alta Tensão. Ele acaba de ir morar com o tio, começou em uma nova escola e sua namorada [...]

    ResponderExcluir