segunda-feira, 11 de junho de 2012

Resenha #281 - J.D. Robb - Dilema Mortal

Oie Gente!


Vocês sabem, existe uma força maior que move a paixão nossa de cada dia: o orçamento.


É esse intrometido que faz você ter que esperar meeesssesss após o lançamento do livrinho que você estava louca pra ler para poder comprá-lo. Ou então você tem que esperar uma amiga fofa ganhar no Twitter e trocar com você. Elis linda, te lovu!!


Aí chega o seu livro querido, você jura que vai esperar até chegar mais perto do próximo lançamento para reler, mas quem disse que você aguenta? Você larga absolutamente tudo o que estava lendo antes, muda toda a sua programação do blog e simplesmente devora o pobre livro.


E, bom, foi isso que eu fiz com Dilema Mortal.


Todo mundo aqui sabe que eu adoro a série, que já li todos os livros que saíram em inglês e até que cometi algumas insanidades e comprei alguns originais. [risos] Mas isso não quer dizer que eu acho todos os livros perfeitos.


Por exemplo, a Nora sempre faz a mesma descrição do Roarke, com as exatas mesmas palavras. e todas elas me fazem suspirar [risos] Ela também descreve os olhos da Eve da mesma maneira e as vezes faz você ficar dividida entre achar isso divertido ou achar isso um tédio.


Só que nada disso acontece em Dilema Mortal.


Dessa vez nossos queridos personagens estão metidos no meio de uma conspiração envolvendo a pior de todas as agências governamentais, algo como uma mistura de CIA com Serviço Secreto e a equipe brasileira do Mensalão, sacam?


Em Dilema Mortal tem espiões, tecnologia de ponta, assassinatos bem sangrentos, um grupo terrorista bem do mal e uma escolha terrível.


Roarke descobre, durante a investigação da Eve, que algumas pessoas sabiam do que acontecia naquele quarto em Dallas. O resultado? Ele quer matar todos eles!
E isso, claro, cria um conflito terrível para o nosso querido casal, já que para a Eve isso seria assassinato puro e simples e, para o Roarke, isso é apenas justiça.


Acho que esse é o primeiro (de vários) livros onde os dois acabam ficando em lados opostos e tendo que escolher se seguirão seus corações ou suas visões de certo ou errado.


Além de tudo isso aí, em Dilema ainda temos algumas cenas com a Mavis que são... mais que demais!
Ela está impagável e tem uma cena com a Eve de fazer você chorar de rir.


E falando em chorar, ainda tem as cenas da Eve com a Mira. Oiiinnnn, gentem! São tão fofinhas!
E o Denis? Cenas da Eve e o Denis juntos sempre acabam em suspiros fofos. ´[risos]


Mas chega de contar detalhes do livro!


Só vou dizer que apesar da falta de vários palavrões (quando as editoras vão entender que gostamos de ler nossos personagens mandando os outros irem se foder, tomar no cu e dizendo "porra, porra, porra!" ao invés de "maldição, maldição, maldição??) o livro não perdeu todo o clima e é uma leitura maravilhosa!

Recomendo!

SINOPSE - SKOOB - SARAIVA - EDITORA BERTRAND


DIVIDED IN DEATH - GOODREADS - SITE DA AUTORA

Um comentário:

  1. [...] “Delusion in Death”, alguns comentários fazem referência a acontecimentos de “Dilema Mortal“, mas nada que comprometerá sua [...]

    ResponderExcluir