terça-feira, 19 de junho de 2012

Terça Sobrenatural #28 - Rick Riordan - O Filho de Netuno

Oie Gente!


Então... uma semana sem post, né? É que a casa estava em reforma e sentar para resenhar estava impossível.
E nem mesmo ler eu consegui. *pausa para suspiros tristes da blogueira*
Aí, quando a reforma finalmente acabou, chegou "O Filho de Netuno", que eu não aguentava mais esperar.
Larguei tudo e fui ler.


Agora, antes de começar a resenha, preciso avisar que existem spoilers sobre "O Herói Perdido". São inevitáveis, então só leiam se vocês sabem o que aconteceu no primeiro livro.


Gente, vocês sabem que eu adoro infanto-juvenil, certo? E sabem que eu gosto ainda mais de Percy Jackson, que compartilha comigo a maldição de Murphy.
Já resenhei todos os livros da série Percy e os Olimpianos e continuei a saga em Os Heróis do Olimpo.
Mas eu preciso confessar algo que não disse na resenha de "O Herói Perdido": eu realmente tenho pavor de séries continuação.


Sempre fico com medo do autor perder o prumo e estragar minha série ou mudar os personagens de tal maneira que acabe não os reconhecendo.
E graças aos Deuses não foi o que o Rick fez dessa vez.
"O Filho de Netuno", segundo livro de Os Heróis do Olimpo, começa com o Percy fugindo, completamente sem memória, exatamente como o Jason estava antes de chegar ao "Acampamento Meio-Sangue".
E, exatamente como aconteceu com ele, Percy está indo em direção ao acampamento "inimigo".
Ele está sem memória, como Jason, e só consegue se lembrar do nome da Annabeth.
Quando ele chega ao Acampamento Júpiter e descobre os semideuses e percebe que tudo o que viveu nos últimos dias não é nada comparado ao que está por vir.


Eu gostei bastante do livro, mesmo o com o Percy sendo meio bocó no início.
Tá certo, eu sei que tinha que dar um desconto por ele estar sem memória, mas é complicado de ver ele agindo como se tivesse 12 anos, quando na verdade já tem 16.


Mas para balancear essa crise do Percy, o Rick dá a ele dois novos amigos maravilhosos: Frank e Hazel.
Hazel Levesque é uma menina de 14 anos, criada em Nova Orleans e que tem poderes muito estranhos.
Frank Zhang é sino-canadense (descendente de chineses, nascido no Canadá), se acha um bobão e tem corpo de guerreiro e carinha de bebê. (sim, isso é relevante no livro, juro!).


Os três juntos conseguiram se meter em tantas confusões que eu me senti totalmente em casa.
Gente, mas acontecem tantas coisas com eles que chega a dar dó! [risos]
Em alguns momentos estava com tanta pena dos três que já queria que o livro corresse e acontece logo e bendita da batalha!
Pobres semideuses sem sorte. Rick foi malvadão e aprontou todas com eles. rsrs adoro!


Mas vocês sabem quem está surpreendente? Juno! Pela primeira vez desde (rá-rá) eras, ela até que é bem sincera no que quer e nos motivos de ter feito o que fez.


Agora, gente, os comentários sarcásticos são um capítulo inteiro a parte.
Eles me fizeram gargalhar (e gemer)  boa parte do livro.


Mas, pelo amor de todos os finais de livros desesperadores, ele tinha mesmo que acabar ALÍ??
Nossa, eu queria entrar nas páginas e correr para saber o que ia acontecer!
O pior de tudo é ter que esperar até outubro, quando sai "The Mark Of Athena".


Mas, como sempre acontece com livros do Rick Riordan, eu adorei!
Recomendo!


 

SINOPSE - SKOOB - EDITORA INTRÍNSECA - SARAIVA - SITE DO AUTOR


HOT SITE DA SÉRIE - THE SON OF NEPTUNE - GOODREADS - BOOK DEPOSITORY

11 comentários:

  1. Ooooh... minha lista cresce, o dinheiro podia seguir o mesmo caminho...
    É, pq preciso comprar toda a coleção... sorte que não comprei esse no impulso... ia pegar o bonde andando... tenho que ficar mais atenta.
    Adorei a resenha e estou mega curiosa sobre como ele ficou sem memória e para rir das trapalhadas dele e companhia, pq com memória ele é um desastre ambulante tadinho...

    ResponderExcluir
  2. Ixi, você ia até entender, mas ia querer saber sobre o que eles estavam falando em alguns momentos e ia ficar era com raiva. rsrs


    Bjss

    ResponderExcluir
  3. Oi Bá!

    Eu nem comecei essa série ainda o.O

    kkkk

    Triste isso kkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ba.

    Cada vez mais estou encantada com essa série. Fico contente pelo fato do autor manter o mesmo ritmo, sem perder a nuance do enredo.

    Apesar de sentir falta do trio anterior, adorei o Frank e a Hazel.

    Menina, o que foi aquele final?! Quase surtei quando li.
    Haja ansiedade pela espera, mas sinto que vai ser engraçado demais por causa do Leo, que adoro!

    O que me surpreendeu foram os deuses que nunca fui com a cara deles nas séries anteriores Juno e Marte. [risos].

    Ri tanto em muitos momentos que cheguei até engasgar. Adoro o humor sarcástico de alguns personagens.

    Agora, haja coração pela espera... *Grrrrrrrrrrrrrr*

    Beijos.

    P.S.: Voltou com o Disqus?

    ResponderExcluir
  5. Aquele final é sem comentários.
    Eu vou morrer esperando até lá...
    Não seu quem é o deus da paciência, mas ele não me deu suas bençãos! rsrs


    Bjsss


    RPS: Pois é, meu servidor não tava aguentando o volume de comentários e estava estourando meu armazenamento. Aí vim testar esse formato novo do Disuqs. Até que eu tô gostando, viu??
    Só senti falta do share automático.

    ResponderExcluir
  6. Seria ótimo se tivesse um. Ahhh, lembrei dos deuses do livro que nem sabia que existia (Deus dos L...). Morri de rir.

    Essa nova interface do Disqus é mais leve. E gostei bastante, mas sinto falta do reply pelo twitter.

    ResponderExcluir
  7. É bem tipico do Rick acabar em cenas que nos deixam em desespero, hahahah. Eu li até a metade de Filho de Netuno, preciso terminar logo! *-*


    xx carol

    ResponderExcluir
  8. Gosto muito deste autor e pretendo conhecer esta série.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Oie Carol,

    Pow, mas dessa vez foi um final de subir pelas paredes
    Você vai me entender quando chegar nele, viu???

    Bjusss

    ResponderExcluir