segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Resenha #311 - Lesley Pearse - Belle

Oie Gente!


Ontem eu estava querendo ler alguma coisa diferente e resolvi pegar Belle para ler.
O livro é um romance histórico, ambientado em 1910 e apesar da protagonista ter 15 anos, não é um livro YA.


Belle vive na Inglaterra com a mãe, que é dona de um bordel. Apesar dela ter vivido lá toda a sua vida, não entende exatamente o que acontece lá.
Quando o livro começa, ela só sabe que as garotas da mãe dela são alegres e divertidas, que gostam de dançar e de dar risadinhas. Então ela acha que os cavalheiros que vão lá tem esse objetivo: passar algum tempo dançando e rindo com as garotas.
Ela só é uma garota inocente, protegida pela mãe de toda e qualquer referência ao significado de um bordel.


O início do livro é um pouco lento e, em alguns momentos, pouco crível, justamente por conta de toda a inocencia da Belle.
Mas aí a autora vira a vida da Belle de pernas para o ar quando ela presencia um assassinato e, desse momento em diante, você simplesmente não conseguirá mais largar o livro.


Vocês sabem que eu não sou muito fã de livros históricos, né? Um dos motivos disso acontecer é por saber que a vida das mulheres naquela época eram muito ruins e que, na maioria das vezes, pouco romance existia para elas.
Os livros ficam me parecendo irreais, entendem? Todo aquele "o amor está no ar" não permite que eu me conecte com a época do livro.
Dê-me um romance histórico onde a mocinha foi vendida pela família, obrigada a casar por ordens do Rei e eu ficarei bem mais satisfeita do que aqueles cheios de corações e flores do início ao fim.


E é justamente a realidade extremista de "Belle" que me fez gostar tanto do livro.
Eu simplesmente não conseguia largar. Só parei de ler quatro horas da manhã, quando já tinha acabado o livro todo, porque me era impossível deixar a Belle ali, naqueles momentos tão difíceis e ir dormir sem ter certeza de que ela estava bem.


O que mais me chamou a atenção no livro foi a capacidade da autora de fazer você se apaixonar por alguns dos personagens. A Belle come o pão que o diabo queimou (porque o amassado ela comia já na casa da mãe) e você vai percebendo que ela vai superando e se adaptando. E, enquanto isso acontece, você se pergunta como ela consegue superar e se adaptar àquelas situações.
Ao mesmo tempo em que ela é cínica e dura, ela é doce e amorosa. E aí as coisas vão acontecendo com ela, coisas muito ruins, e você vê que ela muda um pouco, mas não permite que os acontecimentos a tornem outra pessoa.


Além da Belle com sua vida dura, a Lesley Pearse ainda nos dá alguns outros personagens maravilhosos. A Mog, que é a mãe/amiga/conselheira/irmã da Belle, que não desiste de procurar por ela e, ao mesmo tempo, não deixa que seu desaparecimento a torne uma pessoa pior.
O absurdamente fofo Jimmy, que arrisca tudo e mais um pouco para conseguir a Belle de volta. Ou vários outros personagens, que fazem de tudo para conseguir justiça, mesmo quando muitos já desistiram.


Claro que não só de personagens bons é feito o livro. Algumas das criaturas relatadas aqui são bem reais e farão você desejar, com todas as forças, que houvesse um "ocus pocus" que nos levasse para dentro do livro com todo arsenal bélico de Resident Evil para acabar com todos eles.


Eu sei que eu já falei mais do que deveria, então vou só dizer que você deve dar uma chance ao Belle. Até aquela parte inicial um pouco chata se mostrará perfeita quando você chegar ao final dele.


Ia me esquecendo de uma coisa...


Preciso falar mais uma vez sobre o incrível trabalho gráfico da Novo Conceito.
O livro é lindo. As páginas dos capítulos tem detalhes em flores, exatamente como na capa.
É mais uma obra prima de acabamento, deixando o livro absurdamente incrível.

SINOPSE - SKOOB - SITE DA AUTORA - EDITORA NOVO CONCEITO - SARAIVA
BELLE - GOODREADS - BOOK DEPOSITORY


Beijos!


XXXXX

11 comentários:

  1. Aiiiin eu queroooo. Eu já tinha me decidido a ler Belle quando li a sinopse. XD
    Pelo enredo em si, nem deixei o fato de ser histórico me atrapalhar. E quando li aquela mixaria de páginas que a NC disponibilizou fiquei perdida.
    Belle é guerreira... ela é inocente, mas não fica tão impossível de cre pq era início do século XX... acontecia realmente,é claro que já tinha as periguetes, maaas inocência ainda existia pelo que vejo relatado em outros livros (Barbara Cartland, esta sim me faz ler, reler e reler os históricos dela).
    O Jimmy é um fofinho já no começo do livro... já rola aquela conexão com a Belle e comigo. XD
    Super desejado.
    Amei a resenha Ba, em especial o ocus pocus com arsenal de Resident Evil!!! =D

    ResponderExcluir
  2. OI Bá!

    Já deixei anotadinho aqui para começar a ler kkkkk

    Acho que vou ler no próximo mês o.O

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Bah!!! Eu tb gostei da leitura. Apenas achei que em alguns momentos ficava muito repetitivo e apesar do trabalho realmente lindo, a revisão deixou um pouco a desejar.
    Mesmo assim, como vocÊ, recomendo a leitura. bjs

    ResponderExcluir
  4. Faça isso não!
    Pule ele na frente! Ponha ACEDE e ele no topo! rs

    Bjuss

    ResponderExcluir
  5. Oie Rê!
    Xô te contar, eu me envolvi tanto, tanto com o livro, que eu não reparei nos erros de revisão.
    Passaram todos batidos, que eu entrei na estória e não prestei atenção em mais nada. XD

    Bjuss

    ResponderExcluir
  6. Oie Dani!

    Espero que você apaixone-se pelo livro!
    Eu não consegui largar de jeito nenhum! o.O

    Bjusss

    ResponderExcluir
  7. "A Belle come o pão que o diabo queimou (porque o amassado ela comia já na casa da mãe)".. kkkkkkkk
    Adoro este teu sendo de humor.. ^^
    Me parece um bom livro mesmo.
    Ta anotado! ;)

    Bjinhos...

    ResponderExcluir
  8. Tenho de esclarecer que achava que ia ser +++ um livro de uma menina de 15 anos e embora a capa seja linda não me interessei;;; agora tudo muda de figura afinal  "apesar da protagonista ter 15 anos, não é um livro YA",, então que venha Belle pois já estou louca para ler (ahh eu gosto de historico apesar de ser surreal..rsrs)

    ResponderExcluir
  9. Oie Girl!
    Leia mesmo, que é ÓTIMO!

    Bjss

    ResponderExcluir
  10. Eu também. Confesso aqui, só entre nós duas, que eu fui ler por conta da capa. Achei tão linda que pulei ele na frente. HAUHAUHAUHA
    Foi uma surpresa maravilhosa!Bjusss

    ResponderExcluir
  11. Eu, particularmente adoro históricos, e achei essa Belle bem interessante desde a capa até a sinopse =]
    Acho engraçado quando começos são lentos... Eu nem percebo >.<"

    ResponderExcluir