segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Noraholicando #07 – Nora Roberts – Abigail

Oie Gente!

Último post do Nora Day e dessa vez vim com outra das séries da Nora que eu adoro: “Os O’Hurley”!
O primeiro livro da série é “Abigail”, mesmo nome da personagem central dele.


Abigail é viúva de um piloto de carros e vive em uma modesta fazenda com os dois filhos.
Ela acaba de aceitar que o biógrafo Dylan Crosby a entrevistasse e espera, com isso, conseguir dinheiro suficiente para sobreviver com os filhos.


Dylan Crosby tem uma imagem pré-concebida de Abigail. Mas quando ele a conhece percebe que nada é exatamente o que ele imaginava. Ou será que tudo não passa de encenação?


Uma das coisas que eu mais gosto nessa série é que todos os personagens são incríveis. Frank e Molly O’Hurley são absurdamente encantadores.
No início da série eles aparecem bem pouco, mas cada aparição é maravilhosa.


Depois que a Nora joga a isca desses dois personagens incríveis e você já está completamente intrigada pela família O’Hurley, vem a absurdamente doce Abigail.
Nada do que se possa imaginar da viúva de um piloto de carros é aplicável à Abigail. Ela é uma mulher simples, que esconde os segredos do falecido marido para proteger os filhos, com uma alma romântica e um coração delicado.


Por conta disso (e muito mais) toda vez que eu leio esse livro acho um motivo novo para ficar apaixonada por ele.
Sem contar, claro, com as crianças. Eu já disse um milhão de vezes o quanto as “crianças da Nora” roubam a cena, mas os dois pestinhas desse livro são o epítome dos meninos encapetados. Eles aprontam tanto, mas tanto, que você chora de rir com as artes deles.


Um problema dos livros serem publicados aqui fora da ordem cronológica de publicação é que alguns comentários dos personagens ficam meio sem sentido, como o encantamento da Abigail com “Fora da Lei“, que teria sido um grande papel da Chantel no cinema. Agora, quando fui reler para resenhar, já tinha sido publicado, então entendi que o papel era a absurdamente incrível Sarah. Você pode até achando que isso não é muito relevante, mas eu acho o máximo sempre que percebo que a Nora relacionou um livro ao outro, principalmente se eles não fazem parte de uma série.


Só aviso logo que a melhor companhia para lê-lo é um enorme lençol, porque você vai derramar tantas, tantas lágrimas, que só um desses para dar conta.
O livro tem tanta coisa boa, mas tanta coisa boa, que é inevitável ficar absolutamente apaixonada pela série e louquinha para ler todos os outros.
Recomendo!



SINOPSE – SKOOB – HARLEQUIN BRASIL – SITE DA AUTORA
THE LAST HONEST WOMAN – GOODREADS – BOOK DEPOSITORY 

Nenhum comentário:

Postar um comentário