quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Noraholicando #08 - Nora Roberts - Rosa Negra - @BertrandBrasil

Oie Gente!




[caption id="attachment_4337" align="alignright" width="68"] Arte by @Blackburdelonely[/caption]

Hoje tem Nora Roberts no blog, dessa vez com o segundo volume da Trilogia das Flores, "Rosa Negra", lançado esse mês pela Editora Bertrand.


Rosalind Harper está vivendo um momento maravilhoso: sua casa está cheia outra vez, seus negócios estão indo de vento em popa e ela está se sentindo maravilhosa, mesmo tendo completado seus 47 anos.
Ela acaba de contratar o Dr. Mitchell Carnegie para descobrir quem é a Noiva Harper e de viver uma aventura sobrenatural.


Eu adorei Rosa Negra. Tem aventura, tem romance, tem um sobrenatural bem violento, segredos familiares, barracos da alta sociedade e tem muito, muito amor.
Tem um casamento lindo, bebês fofas aprontando, casais se apaixonando e primeiros beijos lindos e quentes!


Não vamos nos esquecer de um detalhe... turbulento...
A Noiva Harper!!
Gente, mas esse fantasma apronta!
Objetos quebrando, portas batendo... tentativas de assassinato! Ela faz de tudo dessa vez.


Entenderam porquê eu adorei o livro?
Tem absolutamente de tudo nele!


Fazia tempo que eu não gostava tanto de um livro da Nora. E olha que eu adorei "Dália Azul"!


Agora fugindo um pouco do conteúdo original, vamos falar um cadinho da tradução.
Eu adorei aquela capa. Ela tem uma textura aveludada, como se imitasse o


Uma coisa a dizer sobre o trabalho do tradutor é que ele conseguiu rebuscar o texto e deixá-lo perfeito para a Roz. Ela é uma mulher altiva, educada, direta e vez ou outra bastante assustadora e o cuidado em deixar a tradução o mais gramaticalmente correto foi perfeito.
Claro que eu fiquei um bom tempo tentando entender por quê o ritmo e o estilo do texto estavam mais para uma edição portuguesa, até ter percebido que a perfeição na gramática era exatamente o que viria em um livro que falasse de Rosalind Harper.


Só que... (odeio esses 'só que', vocês não?) eu percebi alguns problemas de revisão no livro e uma escolha na tradução que me deixou confusa.
No primeiro capítulo a Roz sai para dar uma corridinha... de camisola. Como assim, gente? Ela estava de moletom!


No original:



Wearing sweats against the dawn chill, she slipped out of her bedroom by the terrace door.

Na tradução:



Com uma camisola protegendo-a do frio da madrugada, saiu do quarto pela porta do terraço.

E não adianta alguém dizer que é licença literária. Quem aqui sai pra correr de camisola? hauhauhaua
Achei algumas palavras com o gênero errado, alguns pronomes comidos e outras pequenas falhas.
Mas mesmo com todos esses pequenos problemas, nada conseguiu abalar o idílio que é ler Rosa Negra.


Recomendo!


SINOPSE - SKOOB - BERTRAND BRASIL - SÍTIO DA AUTORA - SARAIVA - CULTURA - EXTRA
BLACK ROSE - BOOK DEPOSITORY - GOODREADS 


8 comentários:

  1. Oi Bá!

    Estou aceitando de presente de Natal!!

    ahhahah

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Bá o termo camisola é usado em Portugal... coisa q me deixa meio ressabiada pq estranho ler q um homem está de camisola. Creio q o tradutor acabou se confundindo (de país)... haha
    Realmente sair de camisola p/ correr, nada confortável e muito menos adequado.
    Tô lendo ele, mas como é digital a leitura está devagar quase parando. XD
    Mas adoro a Roz, o jeito durão dela e acima de tudo a elegância.

    ResponderExcluir
  3. Oie Dani!

    Ó, camisola em Portugal são as nossas camisetas... sweats, por outro lado, são moletons. Eu não sei se é do acordo ortográfico, só sei que ficou muito estranho... o.O

    Você vai adorar, me acredite!
    Está lendo a versão brasileira, original ou portuguesa?

    Beijão! =D

    ResponderExcluir
  4. hauuahuah

    Espia, espia, já quer!
    Tira os zóião do meu Rosa Negra! hunf!

    bjus!

    ResponderExcluir
  5. Pôxa, se fosse um pijama de flanela kkkk mas camisola nunca vi!! Eu li  resenhas desse livro, e tive uma boa impressão por isso, mesmo com esse detalhe  eu quero lê-lo. BeijosLulu  Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  6. O livro é maravilhoso, Lulu! O problema mesmo é que ficou meio português meio "brasileiro" hauhauahua

    bjus!

    ResponderExcluir
  7. Tô louca pra conhecer a trilogia. Já tenho o meu Dália Azul, mas só começo a ler quando tiver os outros dois! E essa resenha me deixando ansiosa? O.o É um saco essa história de sempre ter algo pra reclamar da revisão. Ouvi dizer que o tradutor traduziu do português de Portugal, por isso alguns 'erros'... Enfim, eu queria mais cuidado com esses livros que são tão caros!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. rsrsrsrs ufa... não fui só eu que achou a tradução estranha... mas tudo bem... adorei o livro mesmo assim!!!!

    ResponderExcluir