sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Sexta Picante #01 - Sylvia Day - Toda Sua

Oie Genteeeeeee!!!


Eu sei, eu sei, esse 'oi gente' todo empolgado me entrega completamente, né? Ganhei ele de presente de dia das crianças (rá-rá) de uma amiga (Lara linda, te love u!) e garrei nele assim que chegou para ler.
Mas o que eu posso fazer se eu aaaaadddoooorrreeeeeiii (é, tudo isso aí de exagerado) 'Toda Sua'?


Publicado pela Editora Paralela, selo da Companhia das Letras, 'Toda Sua' conta a história de Eva Tramell e Gideon Cross, duas pessoas cheias de traumas, medos e problemas.


Ela acaba de se mudar para Nova York e vai começar a trabalhar como assistente de uma empresa de publicidade e tudo que espera é poder curtir a cidade e aproveitar o novo emprego.
No primeiro dia ela esbarra em Gideon Cross, um homem poderoso, dominante e deliciosamente gostoso.
Ele é um homem muito rico, mas nem um pouco feliz.
Sua família é cheia de problemas, sua infância foi uma tragédia e encontrar Eva Tramell foi, para ele, um presente inesperado.


Uma coisa que eu senti no livro logo nas primeiras páginas é que apesar dele ter em comum o mote (mulher submissa, homem poderoso, encontros e desencontros) a semelhança é apenas essa. O "clima" do livro é bem mais adulto e tenso e os dois personagens tem muitos problemas, assim como medos, dores e crises próprias.


Dá para perceber também que a autora fez questão de mostrar que uma situação ruim pode e deve ser superada, mas que a pessoa precisa se esforçar para isso.

E esse foi um dos motivos de eu ter gostado tanto do livro. Os dois personagens resolvem que, juntos, vão superar o passado, que não vai deixar o que outras pessoas fizeram com eles destruir o que poderão construir juntos.
Mas a autora não faz isso fácil. Acontecem muitas coisas ruins com os personagens durante o livro e isso vai fazer você sofrer sobremaneira.


Para quem gosta de romance erótico é uma ótima pedida, já que ele não é tão suave quanto os outros que foram publicados em português.
Para quem nunca leu nada do gênero, é uma boa iniciação, já que um dos outros pontos fortes do livro é que a relação Dominante/Submissa entre os dois é desenvolvida lentamente, quase como uma evolução natural de dois adultos que ajudam um ao outro a conhecer os próprios desejos.
Gostei muito dessa evolução mais lenta, que dá uma veracidade incrível ao romance.


Espero que quem tenha a oportunidade de ler venha aqui dizer o que achou.
Eu sou daquelas que sempre gosta de saber o que o outro achou do livro que eu adorei.


Beijos!


SINOPSE - SKOOB - PARALELA - SARAIVA - EXTRA - CULTURA - SITE DA AUTORA - BARED TO YOU - GOODREADS - BOOK DEPOSITORY


2 comentários:

  1. Esse, 50 tons de cinza (e todos os outros tons seguintes kkk) e um novo (que eu esqueci o nome) que copia os tons de cinza, são os que mais tão saindo na livraria que eu trabalho! Estou doida pra chegar janeiro para poder locar eles :3
    Beijos! DestemidaGarota|Blogspot.

    ResponderExcluir
  2. Eu não vou dizer que amei, mas gostei bastante desse livro. Eu gostei que as coisas tem um certo ritmo e que eles sabem que precisam "se curar/Melhorar" por assim dizer, mas como você mesma disse, isso precisa de empenho.
    Só os dialogos que eu achei filme pornô demais, rs!


    PS: Sua feia! Eu estava pensando em fazer (ano que vem) uma nova sessão no meu blog, um post semanal às sextas chamado "Sexta Sexy"! :P




    Bjos!

    ResponderExcluir