sexta-feira, 31 de maio de 2013

Resenha #391 - O Último Grito - Lisa Jackson

Oie Gente!


As coisas por aqui continuam corridas, mas finalmente estou conseguindo ler alguma coisa além do código de tributação brasileiro... rs


E uma das coisas que eu li foi "O Último Grito", publicado pela Bertrand Brasil e de autoria da Lisa Jackson.


Mas antes de eu o que eu achei do livro, deixa eu falar um pouquinho sobre os personagens.


Cassidy é uma garota de 16 anos, filha do homem mais rico da cidade e irmã de Angie, a estrelinha da cidade.
Ela acaba de conhecer Bring, o rebelde da cidade, quando ele foi contratado pelo pai dela para domar uma cavalo.
O que os dois não podiam imaginar era o risco que essa aproximação iria trazer para eles.
Um incêndio, duas mortes e a vida deles vira de cabeça para baixo.


Anos depois ela está de volta a cidade e o fogo volta a matar. Dessa vez a vítima é o marido dela e um homem desconhecido.
Quem ele será? Terá sido ele quem quase matou Chase?
Ou terá sido ela, único elemento comum aos dois incêndios?


Eu confesso que quando eu peguei essa indicação eu nunca imaginei que fosse encontrar um suspense romântico e fiquei bem surpresa ao me ver tão ansiosa com ele.


Sabem aqueles livros que conseguem fazer você se apaixonar pelo casal, desejar que eles consigam ser felizes, mesmo sabendo que é impossível?
Que você luta com a realidade da autora o tempo inteiro?
A minha leitura de "O Último Grito" foi assim.


Eu adorei a Cassidy no início do livro. Achei ela uma garota decidida, generosa e até um pouco temperamental.


O Bring me pareceu aquele típico "bad boy"  de bom coração, que adora aparentar que não liga para nada nem para ninguém, mas que no fundo tem todas características de um bom homem de família.


Mas aí acontece o primeiro incêndio e tudo o que me parecia certo ficou nebuloso e não dava para ter certeza de quem era mocinho e quem era vilão.


Outra coisa que gostei muito no livro foi que o final me pegou completamente de surpresa.
Além do falso vilão óbvio criado por ela, várias outras pessoas tinham todas as atitudes certas para serem responsáveis pelas mortes, então quando cheguei ao final e percebi quem era o real culpado foi um susto daqueles.


Aí parei para pensar e vi que estava na cara, desde as primeiras páginas, e eu simplesmente não tinha visto.
Foi o que fechou o livro com chave de ouro.


Recomendo!


SINOPSE - SKOOB - BERTRAND BRASIL - SITE DA AUTORA - FINAL SCREAM - GOODREADS

Um comentário:

  1. Eu gosto muito dessa autora e estou louca pra ler esse livro(está faz tempos na minha lista de desejados). Pena que seja tão caro. :(


    bjs!

    ResponderExcluir