quarta-feira, 21 de maio de 2014

Resenha #409 - Harlan Coben - O Inocente

Oie Gente!


Então... sei, sei, estou e falta com vocês, com o Harlan e sabem os deuses com quem mais!
Masss como eu disse ontem a minha inspiração ainda não voltou da Lua de Mel, então ainda está bem difícil escrever.


Sem contar que meu tempo curto ficou mais curto ainda, graças a Deus! \o/!


Mas hoje finalmente consegui terminar a leitura de "O Inocente" e não é que a Dona Inspiração colaborou com a esposa, Dona Bookaholic e eu consegui escrever? \o/ /o/ \o\


"O Inocente" é um típico Harlan Coben. Isso quer dizer que ele é eletrizante, cheio de idas e vindas e que eu nunca acerto o final.


Matt Hunter matou acidentalmente um rapaz, enquanto tentava separar uma briga.
Foi condenado e preso. Anos depois finalmente está feliz quando, de um dia para o outro, vê tudo começar a desmoronar.


Sua amada parece está tendo um caso e ele, novamente, está na mira da polícia.
Será que ele é mesmo Inocente?


Pra mim é sempre difícil resenhar livros do Coben porque os detalhes fazem toda a diferença.
E falar sobre o livro sem falar sobre os detalhes é muiiito difícil.
Então vou só dizer que quando vocês forem ler esse livro tenham em mente que nada do que parece ser é o que é, ninguém é exatamente quem demonstra e tudo o que vocês acham que é verdade pode ser ou não ser...


Eu sei, não disse coisa com coisa, né?
Mas é que eu adorei o livro, fui totalmente pega de surpresa com as coisas que acontecem com o Matt (e até pelo que ele faz) e estou realmente com medo de estragar a leitura de vocês.
Não sei se foi meu momento de leitura, mas os detalhes fizeram toda a diferença... para que eu fosse enganada até o final. rs


Dinâmico, empolgante e de arrepiar, "O Inocente" vai fisgar vocês desde a primeira página!


Beijos


Nenhum comentário:

Postar um comentário