segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Resenha #425 - Radclyffe - Prescription For Love

 Oie Gente!
Ontem comecei a ler a continuação de "Aganst Doctor's Orders" (muito obrigada NetGalley e Bold Strokes!) e dessa vez simplesmente não consegui largar o livro até terminar.
Vocês lembram que eu falei que o primeiro livro me deixou com a sensação de que algo estava faltando?
Pois é, isso não aconteceu dessa vez.
"Prescription For Love" é o segundo livro da série e continua a história da "Família Rivers" exatamente onde o primeiro parou, com a Harper e a Presley se entendendo e dando um jeito de salvar o hospital com algumas grandes mudanças.
Abigail Remy é uma delas. Ela resolveu se mudar aceitou o cargo de chefe da emergência pensando em encontrar um lugar onde o filho, Blake, possa fazer sua transição em segurança.
Flannery Rivers é a cirurgiã chefe do Rivers Hospital e descobriu da maneira mais inesperada que um de seus cargos agora tem outra ocupante.
Mas ela é uma boa jogadora e, assim como na vida romântica, não vê motivos para se meter em complicações.
O que ela provavelmente não esperava era ver tudo virar de cabeça para baixo por conta de um tornado.
Sabe uma das coisas que eu achei mais incrível nesse livro? A capacidade da Radclyffe me pegar de surpresa com o comportamento das personagens, não deixando que todo mundo acabasse virando um grande clichê.
A Margie, por exemplo. Você espera que ela seja uma adolescente mimada, já que ela é bem mais nova que todas as irmãs. Até que ela começa a participar da história e você percebe que ela é mais centrada que muito adulto, sensível e a companhia perfeita para o Blake.
A mesma coisa ela faz com as personagens centrais, quebrando esteriótipos e tornando todo mundo mais verdadeiro. A Flannery, por exemplo. Ela está sempre pronta para um encontro, uma noite bem curtida e algumas horas de paixão sem compromisso, mas é uma das personagens mais família da série. Ela está sempre cuidando daqueles que ela ama, mas nega fazer isso até o fim dos dias.
Outro grande ponto do livro é o Blake. Ele é trans e acabou de começar a transição, ainda passando pela dificuldade de se declarar trans para aqueles que estão ao redor dele. É palpável o medo que ele tem de rejeição e a maneira com a qual ela lidou com isso foi maravilhosa.
Confesso ter prendido o folego junto com ele todas as vezes em que ele estava se preparando para falar sobre isso, principalmente naquelas decisões mais definitivas.

Sem sombra de dúvida foi para a minha lista dos livros favoritos da Radclyffe e dizer que estou louca pelo próximo, quando esse ainda nem sequer foi lançado, não é nem um pouco de exagero.

O lançamento do livro será em 10 de Novembro, mas ele já pode ser comprado em pré-venda no site da Amazon.
Beijos!
Sinopse: Flannery Rivers is content to let her sister Harper carry on the family dynasty--at the Rivers hospital where they both work and on the home front. Now that Harper is settled and soon to be happily married, Flannery can ease back into her life of casual flirtations and find all the excitement she needs in the ER. She’s even got her next playmate all lined up, or so she thinks.
Abigail Remy is a city girl who accepts a position at the imperiled country hospital in the hope of finding a stable, safe community for her teenaged trans son. Unfortunately, when she arrives to work, she discovers the current ER chief is less than happy to be replaced by a fresh-out-of-residency newcomer.
Add unexpected attraction to the incendiary mix of city and country, fire and ice, tradition and change--and the prescription is combustible.

Nenhum comentário:

Postar um comentário